PERITORÓ – Revoltados lavradores de Vila Vitória constroem escola de talo e palha de babaçu para os filhos

No dia 27 de fevereiro o blogdoacelio republicou uma reportagem do Portal do Catequista que denunciava as condições precárias da escola da VILA VITÓRIA, zona rural de Peritoró. Uma lavradora fez um vídeo que fazia parte da reportagem acompanhada do texto abaixo:


Exatamente, no Estado da escola digna, Maranhão, Vila Vitória, por 14 anos  sofre sem um espaço digno e justo para desenvolver o ensino.

Diante da realidade a comunidade resolveu fazer um apelo nas redes sociais aos poderes: Legislativo, filantrópico ou até mesmo judiciário. literalmente o  pedido é  de socorro.

A representante da comunidade fez vídeo onde expõe e desnuda a má gestão dos últimos governos do município de Peritoró  que por 14 anos não conseguiram ofertar o mínimo exigido por lei.

Com apoio do professor a presidente da comunidade mostra no vídeo as dificuldades, não apenas dos alunos, mas também do educador em  ministrar as aulas. Mostra ainda os locais desumanos que serve para depositar o lanche das crianças (quando tem).

Diz ainda que já procurou o executivo e lideranças do governo municipal, sem respostas e sem ser atendida a comunidade  busca apoio nas redes sociais.

Um verdadeiro ato de covardia com as crianças e com todos os cidadãos daquela comunidade.

Na certeza de que esses direitos serão alcançados, venho pedir, caridosamente, ao público que recebeu essa informação que divulguem, compartilhe e ajude a construir o futuro desses pequeninos.


Na sexta-feira, 15, um morador de Peritoró enviou ao blogdoacelio as fotos abaixo mostrando que a comunidade de Vila Vitória, cansada de esperar, construiu um casebre com paredes de talo e cobertura de palha de coco de babaçu para que as crianças parem de correr riscos debaixo da escola alvo de reclamação.

A Prefeitura de Peritoró, mesmo diante da repercussão das fotos nas redes sociais, ainda não se manifestou a respeito.

Um comentário sobre “PERITORÓ – Revoltados lavradores de Vila Vitória constroem escola de talo e palha de babaçu para os filhos”

Deixe uma resposta