Polícia prende assaltantes que levaram 15 celulares de uma escola em Codó

Gildevan Moraes Nunes, de 21 anos  de idade, e Leonardo de Sousa Rodrigues, de 20, estavam sendo procurados pela Polícia Civil desde o dia 15 de setembro quando entraram na escola da rede estadual, Lúcia Bayma,   para roubar. Eles foram apresentados agora pela manhã pelo delegado RÔmulo Vasconcelos.

A polícia descobriu que por meio de aluno da Lúcia Bayma os assaltantes ficaram sabendo que é hábito da direção recolher celulares do alunos e guarda-los numa caixa até que a aula termina para que haja a devolução. No dia em que resolveram executar o crime eles encontraram nesta caixa nada menos que 15 telefones.

Um vídeo ajudou na elucidação do crime. Mostra os dois chegando, um deles usando farda, provavelmente, cedida pelo aluno suspeito de fazer parte do assalto e menos de dois minutos depois mostra-os saindo da escola  com passos mais apressados e com a mochila cheia de celulares. O delegado fez um apelo para que pessoas que tenham comprado os celulares roubados da escola apresentem-se e devolvam os aparelhos. Disse que espera que a Justiça mantenha Déo e Léo, como  são conhecidos, na cadeia por se tratarem de criminosos perigosos.

Um comentário sobre “Polícia prende assaltantes que levaram 15 celulares de uma escola em Codó”

  1. Assistindo o vídeo com calma. Tem uma garota que sai da escola e vai até à esquina, em seguida chegam os dois bandidos de moto. Após os bandidos saírem da escola a mesma garota retorna assim que eles chegam à rua. Muito estranho a atitude da aluna.

Deixe uma resposta