Professores pressionam e vereadores convocam Paulo Buzar para explicar atraso das aulas em Codó

Por pressão dos professores que voltaram a participar da sessão da Câmara Municipal de Codó foi aprovada, em plenário, a convocação do secretário municipal de Educação, Paulo Buzar,  para que, no Poder Legislativo, preste esclarecimentos sobre o motivo de ter adiado o início das aulas para 11 de março e anunciado reposição das aulas aos sábados para cumprir os 200 dias letivos de 2019.

Paulo Buzar – secretário de Educação de Codó

Já na próxima semana Paulo Buzar terá que prestar tais esclarecimentos na Câmara com a presença dos professores.

Nas redes sociais, o vereador Rodrigo Figueiredo informou que ele foi o autor do requerimento.

“O governo de Codó,determinou o inicio do ano escolar,apenas para março. Essa medida não agrada e penaliza os alunos que precisam da rede pública municipal,suas famílias e os educadores.  Em virtude desse fato e através de um pedido do SINTSERM ( SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO PÚBLICO) apresentamos na Câmara,um requerimento, que convoca o Secretário de Educação, para se tratar esse assunto. Nossa intenção, é que as aulas voltem ainda em Fevereiro”, escreveu no facebook.

5 comentários sobre “Professores pressionam e vereadores convocam Paulo Buzar para explicar atraso das aulas em Codó”

  1. Há cerca de 15 dias, ao tomarmos conhecimento através das redes sociais desta decisão do governo, encaminhamos de imediato um ofício à secretaria municipal de educação buscando esses esclarecimentos e até hoje não obtivemos resposta alguma. Desrespeitar o sindicato, órgão representativo da categoria já é prática comum neste governo. Esperamos que os vereadores como representantes do povo sejam respeitados e o requerimento atendido.

Deixe uma resposta