Suspeito de assassinato no Codó Novo comparece à delegacia nega autoria, mas admite ter dado ‘só umas pauladas’

O assassinato de Fábio Mesquita Nunes aconteceu na noite do dia 5 de novembro, na rua Fausto de Sousa, área do Codó Novo. Contou a polícia que 4 homens o teriam agredido com facadas, um tiro de garrucha e pauladas na cabeça.

Ontem, 07, Vandeilson  da Silva Damasceno, compareceu à 4ª Delegacia Regional de Codó para ser interrogado pelo delegado Rômulo Vasconcelos. Ele teve o nome colhido pela Polícia Militar na noite do assassinado e foi apontado por testemunhas como um dos que mataram Fábio Nunes.

Após prestar depoimento na presença do competente advogado criminalista Dr. Sergivan Brandão,  foi liberado, por estar fora do flagrante.

Vandeilson falou  com a imprensa. O apresentador do Jornal dos Cocais, TV Codó, Amaral Junior, esteve no momento e registrou a entrevista também para o blogdoacelio.

Aos jornalistas  negou ter matado Fábio, mas disse que deu sim algumas pauladas nele porque ele teria invadido sua casa e dado pedradas em sua avó que é cadeirante.

“Essa briga aí foi porque nós tem trêta, e trêta yá ligado, trêta qualquer hora  morre ou mata (…) se quiser me pegar aí eu faço é falar, se quiser me pegar eu vou tá na rua…QUEM É QUE QUER TE PEGAR? um bocado de cara aí ciô…SABE O NOME DELES? Sei não…E SE QUISER TE PEGAR? se quiser me pegar eu to é na rua a qualquer hora…E POR QUE ESTE PESSOAL QUER TE PEGAR? rapaz porque tão falando que eu matei este bicho, não matei ninguém não…SABE QUEM MATOU? não…MAS TE VIRAM SAINDO COM PEDAÇOS DE PAU? a única coisa que eu fiz foi só dá uma paulada nesse bicho aí mesmo, ele fez foi merecer, ele fez foi invadir minha casa lá ciô, chegou lá deu 3 pedrada na minha vó lá, quase morre lá, não sei como ela não morreu lá”

Deixe uma resposta