VEJA O VÍDEO – Ponte prejudica alunos de Codó que esperam há 3 anos por reforma

No centro das moradias do povoado Riacho do Fio existe uma ponte que segundo os moradores está há 3 anos sem condições de tráfego.

As tábuas estão estragadas, algumas completamente soltas. Há pregos grandes expostos e buracos enormes entre uma tábua e outra. Por baixo as condições são ainda mais precárias e, claramente, mostram a insegurança.

Por conta deste problema, crianças, algumas até de 4 e 5 anos de idade, que moram no povoado seguinte, Viana, precisam caminhar até Riacho do Fio porque o ônibus escolar não pode arriscar cair na água e, consequentemente, ferir os ocupantes.

A situação de quem mora em Viana piorou porque quando o escolar estava chegando até Riacho do Fio só precisava caminhar 2 km, agora se quiser chegar à escola polo Caeira, terão que andar 4 kms.

Um lameiro está impedindo que o escolar vá buscar cerca de 50 alunos daquelas duas localidades que esperavam em Riacho do Fio, antes da ponte, claro.

Deixe uma resposta