VÍDEO – Falta d’água maltrata timbirenses no Mutirão

Dona Maria Antonia da Silva nos revelou que tem 15 anos morando na Travessa   13 de Maio,  bairro Mutirão, em Timbiras.

Em todo este tempo nunca teve fornecimento regular de água, serviço que no município é de responsabilidade da CAEMA.

 “É muito difícil meu amigo porque a gente não tem como a gente lavar roupa, tomar banho  e meu esposo que ele é doente (…) e quando chega  aqui na torneira a gente apanha de madrugada, só um pouquinho mesmo…DE MANHÃ JÁ NÃO TEM MAIS NADA? Tem não, aqui não vem água pra ninguém (…)  Nós já pedimos muito, mas aí eles nunca vieram aqui”, sustentou a lavradora

Vimos um poço que ajudava bastante aos moradores  da travessa, mas já faz um bom tempo que ele não é mais utilizado, por conta disso resta apenas esperar a água fornecida pela CAEMA.

A água ficou suja demais e por causa da profundidade eles não conseguem descer para limpar, o jeito mesmo é comprar reservatórios cada vez maiores, como  duas caixas d’água que pertencem à família de 7 pessoas de Joseane Nunes.

Imagine viver nestas condições com 5 crianças dentro de casa.

 “à noite chega água na torneira aí a gente aproveita pra encher, só que também só vem durante a noite…SE PERDER ESTA OPORTUNIDADE? Aí  fica sem água, sem nada (…) aqui somos 5 crianças, tem eu, meu marido, sem água é difícil pra lavar roupa, as vezes eu desço lá na minha sogra que é pra mim poder lavar roupa”, justificou a dona de casa

A falta de água é tão grande na área visitada por nós, no Mutirão, que a própria CAEMA deixou de cobrar a tarifa mensal. Seu Antonio da Silva, que sofre há vários anos e não tem como se mudar, disse que as vezes nem de madrugada pinga algo das torneiras.

 “Num é nem todo dia, aqui tem vez que passa é de 8 dia sem vim um pingo d’água aqui (…) nós vamos  caçar águia nos poços alheios pra poder beber…QUE APELO O SENHOR FARIA? O apelo é que botasse água, embora viesse o talão pra nós pagar, a gente pagava, importante era que viesse água pra gente né”

A CAEMA

O Escritório da CAEMA em Timbiras informou que só a ampliação da rede de abastecimento, que ainda é a mesma de 20 anos atrás, poderia resolver o problema da travessa mostrada na reportagem. Diz que o projeto (de ampliação) existe, mas que ainda não saiu do papel por falta de recursos para a execução.

Um comentário sobre “VÍDEO – Falta d’água maltrata timbirenses no Mutirão”

  1. A incompetência é demais!
    O que precisa fazer pra ter água é a ampliação da estação de tratamento.
    Caso contrário não terá água.

Deixe uma resposta