VÍTIMA OU CULPADO ? – Delegado fala sobre situação do taxista de Codó que aparece no assalto da Casa Lotérica

Câmeras da casa lotérica registraram a chegada de dois homens num carro vermelho e a ação dentro da agência. Em menos de dois minutos, um deles, com uma arma de fogo na mão,  ameaça as pessoas e pede para que os operadores de caixa entreguem o dinheiro.

Depois,  fogem.

A Polícia já tem a identificação de um dos homens filmados no assalto. Trata-se de um taxista de Codó, morador do bairro São Francisco, identificado apenas pelo primeiro nome, Kléber.

A investigação já levantou que ele teria usado estradas vicinais na hora da fuga, que foi filmado reabastecendo o caro num posto de combustível da BR-316 e que teria deixado em Timon o homem que aparece nas imagens de arma em punho.

Nas imagens Kléber fica com uma mochila esperando enquanto o outro recolhe o dinheiro com arma na mão.

O delegado disse que o taxista pretende se apresentar com advogado usando a defesa de que foi coagido a participar do assalto, versão que, na visão de Gilvan Lucas de Sousa, precisa ser minuciosamente provada, do contrário ele responderá mesmo pelo crime de roubo.

4 comentários sobre “VÍTIMA OU CULPADO ? – Delegado fala sobre situação do taxista de Codó que aparece no assalto da Casa Lotérica”

  1. Eu acredito na inocência do Kleber porque até onde eu conheço ele é um homem íntegro e trabalhador.
    Acredito que ele prestará todas as informações pra Polícia.

    1. Larga de ser bossal. A oportunidade que você ver em vídeo não é a mesma que o taxista viu no momento da ação, levando em conta o nervosismo e o medo de ser morto, pois quem não garante que dentro do carro teria outro assaltante aguardando os dois?! Seria muito óbvio um cara conhecido na cidade participar de um assalto sem se preocupar em esconder o rosto, não acha?! Acredito que ele foi vítima sim e isso deverá, certamente, ser provado!

  2. Eu também acredito na inocência deste senhor! Um taxista, pai de família, trabalhador, honesto, que tem uma família pra sustentar, jamais sairia cometendo crimes, ele é uma vítima, que se esclareça toda a verdade.

Deixe uma resposta