Advogado vai tentar revogar prisão por tempo indeterminado de Ray e César

Hades da PF

A prisão temporária de Raimunda Soares da Silva, a Ray, e de César Augusto Feitosa Sobral, foi transformada em prisão preventiva na última terça-feira, a pedido da delegada federal Milena Sousa.

O que muda para o casal suspeito de estelionato previdenciário, falsificação de documentos públicos e particulares, falsidade ideológica e formação de quadrilha é que a prisão preventiva não tem prazo para terminar, como a temporária. Enquanto durar a instrução do inquérito policial, ou mesmo a instrução do processo judicial, os dois permanecerão presos.

Não é o que o advogado do casal, Dr. Benedito Duailibe, especialista em causas criminais, quer. Ao blog do acélio, o advogado afirmou que vai pedir a revogação da prisão preventiva de Ray e César.

Caso o juiz não a conceda, vai apelar para o Habeas Corpus, outro recurso que ainda lhe resta.

“Eu Vou entrar com a revogação da prisão preventiva e também poderei entrar com um HC (Habeas corpus), dependendo da decisão do juiz do pedido de revogação de prisão preventiva, porque se ele conceder plenamente já satisfaz, caso negue eu vou entrar com o habeas corpus”

Já estão em Codó, o motorista de Raimunda Sobral, Flávio Pereira, a empregada da casa dela, identificada apenas por Cleonice e o ex-chefe de beneficio da Agência da Previdência Social de Codó, atualmente na função de técnico previdenciário , Antonio Francisco Carvalho Pereira.

Eles vão responder em liberdade porque o juiz federal de Caxias, Dr. Agliberto, entendeu que eles não oferecem risco de por obstáculo ao curso das investigações.

Deixe uma resposta