Arlindo Salazar critica falta de portal da transparência da PMC

Arlindo Salazar

Arlindo Salazar bateu forte contra a não disponibilização em tempo real de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira do município de Codó na internet, como determina a lei complementar Nº 131, de 27 de maio de 2009.

Por era, o município é obrigado a alimentar uma espécie de portal da transparência para liberação ao pleno conhecimento e acompanhamento da sociedade, em tempo real, em meios eletrônicos de acesso público.

Nós temos uma lei que diz o seguinte: todo órgão público tem que ter um site com total transparência para que eu, você todo mundo saiba onde foi gasto este dinheiro. Codó não tem, não sei se tem alguma ação, nesse sentido, em cobrar da Prefeitura esse site, depois o promotor vai dizer se tem ou não”, cobrou Salazar

PROBLEMAS

Na opinião de Arlindo, a falta de transparência leva à corrupção e dificulta qualquer atividade de vigilância contra este mal na administração pública.

“Então enquanto a gente não tiver transparência pra gente poder combater o processo de corrupção que existe, enquanto a gente não tiver um instrumento de transparência fica quase que impossível a gente combater”, afirmou

Salazar pediu a manifestação do Ministério Público no sentido de cobrar da Prefeitura o portal da transparência municipal.

a gente tem que começar a olhar por um prisma de combate à corrupção e a esta falta de transparência, aí é onde eu digo que o Ministério Público é fundamental para isso. O Ministério público é a nossa voz”, concluiu

A Prefeitura mantém um site oficial no endereço www.codo.ma.gov.br. Pelo que deixou claro, na audiência pública sobre educação de ontem, 6, na Ananias Murad, sem ser retrucado por ninguém do governo, o portal não atende às determinações da lei.

12 comentários sobre “Arlindo Salazar critica falta de portal da transparência da PMC”

  1. tudo bem eu concordo que o governo tem mesmo que ser transparente na sua administração coisa que ele não está fazendo, agora uma coisa que me deixa muito triste em relação aos futuros candidatos de nossa cidade é que eles só mostram defendor do povo quando está perto das eleições, ai fica a pergunta, será que estão mesmo querendo defender os interesses de nossa população? ai o cuspidor de microfone”mãozinha” fala que eu sou nogento porque eu faço sempre esta pergunta, quando se apanha não se esquece que um dia apanhou, agora quando se bate esse sim esquece que bateu. Por isso Arlindo Salazar se vc tem mesmo todo esse interesse em defender nossa população está de parabéns.

  2. O FC Oliveira, em entrevista concedida a Marcelo Rocha, disse que o governo Zito não é transparente com o dinheiro público.Sendo isso um dos motivos de seu rompimento com o Zito.Hoje, muitos que antes não tinha nem moto, estão bamburrando.

  3. arlindo salazar, será mesmo que vc é tão transparente como faz a critica, ou seja apenas para se promover, todos criticam que faz isso que faz aquilo, quanado chega a hora do vamos ver, fica perdido, não prometa aquilo que é impossivel.

    1. Caro Valber,

      A minha vida, desde criança, foi pautada em princípios de honestidade e lealdade. O meu pai lavrador tinha muitos defeitos, mas era extramente generoso e honesto. Duas características que também marcam a minha vida.
      Não me posiciono contra a corrupção somente agora. Procure me conhecer, investigue o meu passado e tenho certeza que você vai perceber quem sou.
      Sempre estive presente nos movimentos sociais. Quando retornei para Codó, em 2005, a primeira coisa que fiz no campo social foi integrar o Comitê de Combate à Corrupção. Tomamos várias providências: palestras com especialistas na área, ações contra a gestão daquele momento, denuncias na promotoria, etc. Infelizmente a nossa justiça é morosa e morosa. Hoje o Comitê está sob outra organização e não está atuando.
      Em 2003, quando me formei em ciências contábeis na UFMA, adivinhe qual foi o tema da monografia? Pois é, CONTROLE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. A minha preocupação com este tema é antigo e independe de qualquer processo eleitoral. Está provado que o maior problema do Brasil e de Codó, naturalmente, é corrupção, desperdício e impunidade. Daí provém todos os males da educação, da saúde, da falta de segurança, etc
      Na omissão, às vezes intencional, do judiciário, este controle e o combate deve ser feito pela sociedade. Sem transparência fica dificil o combate a esse mal.
      Não importa quem é o Gestor. Seja o Zito, Arlindo Salazar, João, Pedro ou Chico, a sociedade tem que cobrar transparência e eficiência na gestão dos recursos públicos.

      Até breve.

  4. A transparência é fundamental, pois a cerca de um mês a coordenadora de educação do campo Ana Zuca disse em entrevista no site da prefeitura que as escolas da zona rural tinham merenda escolar e até a presente data nada de merenda(07/05/2011). Vejo crianças pela manhã em aula se reclamando de dor de cabeça e tristes, com FOME!, pois muitas delas saem de casa sem ao menos tomar café. E o zito sempre passa na frente da escola e nunca parou para olhar essa situação dentre várias. Se houver transparência nesse governo muitos podres vão vir a tona

  5. O que está faltando no Brasil é PUNIDADE.Uma administração corrupta,um
    gestor sem credibilidade,uma justiça fraquísima,na verdadeira acepção
    da palavra,não pode,e nem poderá exigir a transparência tão reclamada
    por todos.Porque não pode?Vejam o exemplo e tirem vossas conclusões.
    “O EXCELENTÍSSIMO PROMOTOR,DR.GILBERTO CAMÂRA,COM UMA CIVIL PÚBLICA,
    SOLICITOU À MERITÍSSIMA JUIZA, LÚCIA HELENA BARROS HELUY DA SILVA,QUE
    O PREFEITO,”CUIDANDO DA GENTE D’ÊLE”,APRESENTASSE OS BALANCETES E OS
    SEUS COMPONENTES,RELATIVOS AO ANO DE 2009,À CÂMARA E,DISPONIBILIZASSE,
    TAMBÉM,AOS CIDADÃOS,CONFORME O ARTº 31,§3º DA CF,REGULAMENTADO PELA
    LRF NO ARTº49.O QUE ACONTECEU?O PREFEITO E OS SEUS ADVOGADOS,FORAM AO
    TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO,ANULAR A LIMINAR EXARADA PELA JUIZA.
    CONSEGUIRAM,POR UM EQUÍVOCO DO DESEMBARGADOR JAIME FERREIRA DE ARAUJO,
    USANDO INDEVIDAMENTE O ARTº 31 §2º DA CF.ENTRETANTO, NÃO INTERESSA O FATO DO EQUÍVOCO.MAS,INTERESSA SIM,”O PORQUÊ”,O PORQUÊ DO MEDO DA SUA
    EXCELENCIA,O SENHOR PREFEITO,NÃO QUERER MOSTRAR AS CONTAS?INTERESSA,
    QUE A SUA EXCELENCIA,O SENHOR PREFEITO,CUMPRA AS LEIS,POIS, AS SUAS
    PROMESSAS JAMAIS SERÃO CUMPRIDAS.

  6. Caro Acélio, Esses Promotores de Justiça de Codó, são uns sujeitos passivos na acepção da palavra, senão vejamos, atuam de maneira muito gentil com ações dste governo corupto, que descumpre a todos os mandamentos legais que regem a administração pública, como por exemplo a Lei Complemenar 101/2000, Lei Complementar 131/2009, e até mesmo a Carta Magna brasileira. Pergunto: eles não os fiscais da Lei??

  7. Parabéns Arlindo,mais uma vez você nos deixa orgulhosa em ver um meni no, crescer de forma honesta lutando desde pequeno para cuidar de sua família e agora depois de crescido continua com esse jeito honesto e defendendo o povo da opressão.Continue assim e quem sabe um dia a população de Codó abrirá os olhos e também nos dará as mão nessa luta de combate a corrupção.Abraços.

    1. Obrigado Professora pelas palavras de confiança e incentivo. Continuaremos defendendo os menos favorecidos e combatendo as injustiças sociais. Essa minha atitude, como bem sabes, independe de momentos políticos.

Deixe um comentário