Fale com Acélio

Texto de matéria exibida no Jornal Nacional/Rede Globo

No próximo domingo, os eleitores do Brasil vão escolher prefeitos de mais de 5,5 mil municípios. O Jornal Nacional relembra as responsabilidades e as obrigações de quem for ocupar essas cadeiras.

Administrar uma cidade é uma trabalheira danada. E o prefeito…
“Ele é poderoso. Tem o poder de decisão”, define um homem.
“O prefeito pode modificar uma cidade”, acrescenta uma mulher.
Ele ou ela é responsável pelo lixo e pelos aterros sanitários. Tem que investir em creches, ensino fundamental e atendimento básico de saúde. E responde, junto com União e estado, por saneamento e habitação.
“Colocar mais policiais nas ruas, nos bairros que estão abandonados”, opina o jardineiro José Roberto Araújo.
O prefeito pode ajudar, mas, pela Constituição, segurança pública é atribuição de governo federal e, principalmente, dos estados. As cidades decidem se mantêm ou não uma guarda municipal.
Prefeito tem que botar ordem no trânsito. Mas, em regiões metropolitanas, divide com o governador a responsabilidade pelo transporte urbano. Qualquer promessa, em qualquer área, só com dinheiro em caixa.
“Os eleitores têm que olhar para os candidatos e perguntar: é viável financeiramente aquela proposta? A proposta não é maluca ou absurda? Em sua Proposta ele tem que dizer e saber se tem dinheiro em caixa, convênios e programas e projetos do governo federal para tal proposta de obras e ações. O candidato que disser que sozinho vai resolver seus problemas normalmente está mentindo para os seus eleitores”, ressalta Fernando Abrucio, cientista político da FGV.
A secretária atenta, Darci Santiago Vilela, sabe disso: “Eu acho que o parecer final não depende só, unicamente, dele.”
BONS VEREADORES
Por melhor que pareça uma proposta de campanha, ainda que o candidato seja eleito, ela precisa ser discutida e pode ser alterada pela Câmara Municipal. Funciona assim nos mais de cinco mil municípios brasileiros.
Vereadores têm participação ativa na elaboração do orçamento e fazem leis que têm o poder de mudar os rumos da cidade. Ainda assim, tem eleitor que sai de casa no dia da eleição sem saber em quem votar para vereador.
“Os eleitores só lembram do candidato a prefeito. Na última hora, lembram do candidato a vereador que é amigo do amigo do amigo, ou que é do seu bairro. Escolham vereadores que tenham projetos para a cidade”, recomenda o cientista político.
Vereadores também fiscalizam o prefeito. O eleitor pode fiscalizar todos eles.

“O cara tem que ser bem responsável. Tem que trabalhar e fazer as coisas certas”, ensina o jardineiro José Roberto Araújo. http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/10/saiba-quais-sao-responsabilidades-reais-de-um-prefeito.html

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias