Augusto Serra se pronuncia sobre matéria “1º desafio de Nagib – formar uma equipe que preste”

Meu querido Acélio Trindade, após ler e refletir sobre a postagem no seu BLOG  1º desafio de NAGIB – Formar uma equipe que preste, resolvi manifestar-me sobre o assunto, pois sou um daqueles que comungam com a idéia  de que quem cala consente.

Augusto Serra
Augusto Serra

Sei perfeitamente que o titulo da matéria escolhido pelo nobre blogueiro não tem como objetivo ofender e nem tão pouco inferiorizar ou desqualificar os ex e atuais secretários municipais, considero que tenha sido apenas uma forma de suscitar um debate em torno de um assunto relevante e de interesse da comunidade codoense.

Pois bem, pra inicio de conversa, quero dizer que este deverá sempre ser o desafio de qualquer gestor comprometido e bem intencionado, formar uma boa equipe de governo. Acredito que esse também tenha sido o grande desafio do Prefeito Zito Rolim já no inicio do seu 1º mandato, que, diga-se de passagem, fora aprovado pela população que o concedeu o 2º mandato.

Quanto às suas analises e criticas referente às secretarias e aos secretários municipais do atual governo, suponho que tenha sido uma opinião pessoal, limitada apenas a aquilo que lhe foi possível colher como informação, pois no que se refere à pasta da Cultura e da Promoção da Igualdade Racial, discordo do que foi publicado e quero colocar à disposição do nobre colega, de toda a imprensa e também da comunidade codoense, um relatório que a equipe da SEMCIR está concluindo para entregar à equipe de transição, contendo todas as informações referentes às ações que foram planejadas e desenvolvidas no período de 2009 a 2016.

É importante destacar que a cultura não se resume apenas em festas cívicas, populares (Carnaval, São João, 7 de Setembro e aniversario da cidade,etc.), Cultura significa um complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, as leis, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano, quer na família, quer na sociedade da qual ele é membro.

É importante dizer também que a política de Promoção da Igualdade Racial foi instituída com o objetivo de promover a igualdade e a proteção de grupos étnicos afetados por discriminação, pré-conceito, racismo e demais formas de intolerância, com ênfase na população negra, indígena, cigana e outras.

Foi exatamente assim, com esse olhar múltiplo, que procuramos gerir a pasta da Cultura e Promoção da Igualdade Racial em Codó, em consonância com a proposta da intersetorialidade e com as limitações impostas pela realidade estrutural do nosso município.

Procuramos realizar e apoiar com responsabilidade os eventos cívicos, populares, tradicionais e datas comemorativas, tais como: (carnaval, festejo junino, aniversario da cidade, parada cívico militar dia 7 de setembro, natal, festa do negro, semana de combate ao racismo, semana da consciência negra, semana do evangélico, dia nacional da umbanda, dia do evangélico, festejos tradicionais da igreja católica, festejos tradicionais dos terreiros das religiões de matriz africana, aniversário dos distritos, etc.).

Valorizamos os saberes e os fazeres, a arte e os artistas e as diversas expressões culturais presentes no nosso município, garantindo a participação dos artistas locais (grupos musicais, grupos de dança, etc.) nos principais eventos da cidade; reconhecemos e premiamos anualmente os que se destacaram nas diversas expressões artísticas em solenidade especifica (Melhores do ano da cultura codoense); incentivamos e apoiamos o intercambio cultural viabilizando a ida dos nossos artistas, fazedores de cultura e religiosos para outros municípios e até para outros estados, assim como em diversas oportunidades acolhemos artistas e fazedores de cultura de outros municípios, de outros estados e até internacional em eventos realizados na nossa cidade.

Aderimos ao Sistema Nacional de Cultura e ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial através de Leis especificas; contribuímos para o reconhecimento nacional de dois mestres de cultura popular ( Ribinha Muniz e Zelí Gomes);  Reconhecemos os Terreiros de Matriz Africana como espaços irradiadores de políticas publicas; Reconhecemos e premiamos empresários e comerciantes, atletas e desportistas, artistas, músicos, fazedores de cultura, escritores, militantes do movimento negro, gestores de promoção da Igualdade Racial e autoridades políticas que prestaram relevantes serviços ao município com títulos e comendas específicos para cada seguimento;

No Carnaval resgatamos algumas manifestações culturais tradicionais como Baile da Corte (Escolha do Rei Momo e da Rainha do carnaval), Vesperal Infantil, concurso de marchinha e incluímos o baile da terceira idade, alem de garantir três dias de folia nos Distritos de Cajazeiras e Km 17;

Renovamos e aparelhamos a nossa valorosa e tão solicitada Banda Municipal Euterpe com a contratação de novos músicos e aquisição de alguns instrumentos novos para melhor atender a nossa comunidade;

Conseguimos junto ao Governo do Estado aparelhamento do nosso Departamento de Promoção da Igualdade Racial com mobiliários, computador e impressora para implementação das políticas afirmativas de Promoção da Igualdade Racial;

Promovemos, organizamos, realizamos e participamos de conferencias, fóruns, seminários, cursos, oficinas, reuniões, palestras e rodas de conversa, voltados para a capacitação, formulação, proposição, e implementação das políticas publicas voltadas para a Cultura e para a Promoção da Igualdade Racial.

Convenhamos, não foi só pra fazer carnaval e 13 de maio e acabou, conforme tentou passar a matéria. Temos consciência de que ainda há muito a ser feito, pela Cultura e pela Promoção da Igualdade Racial, no entanto, fizemos a nossa parte, dentro daquilo que nos foi permitido e possível fazer.

RESUMINDO TUDO:

Prestem atenção no que vou dizer

O que um homem escreve, é para outro homem ler

Existe o sego porque  não quer ver

Saber fazer é diferente de querer e de poder

Não existe alguém que não possa aprender.

“Não queira pôr no rol dos imprestáveis alguém que já serviu”

 

Augusto Serra

Produtor e Gestor Cultural.

25 comentários sobre “Augusto Serra se pronuncia sobre matéria “1º desafio de Nagib – formar uma equipe que preste””

  1. Augusto Serra e pastor Max foram entraves na formação das coligações de Nagib foram pra saae depois voltaram não pediram votos pra Nagib botaram banca demais as maiores confusões na montagem das coligações foi culpa deles por isso não sei o Max q se elegeu mais o algusto não será pessoa forte no governo

  2. Um importante escritor da língua portuguesa, Luís Fernando Veríssimo, diz que o importante é aquilo que se comunica – assim como um grande grupo de linguístas da língua portuguesa.Só lamento que alguns se façam doutores da gramática tenham lido e fixado na mente só uma das tantas palavras comunicadas. E aplaudo o nobríssimo Secretário pelo serviço prestado em nossa cidade.

  3. A cultura que ele sabe lidar é a forma como ele se veste, é cada roupa bonita, as demais coisas que diz saber e defender é só conversa para bumba-meu-boi dormir.

  4. O homem escreve um texto “poderoso” e alguns cegos – que não querem ver – só conseguem exergar o “s”. Pois eu gostei do texto, sr. “S”erra; excetuando o “s”, realmente Augusto.

  5. EU NÃO ACREDITO QUE NÃO APAREÇA UMA PESSOA QUE IMPEÇA A DESTRUIÇÃO DO QUE RESTA DA ´´FABRICA DE TECIDOS E DO SOBRADO ONDE MOROU JOÃO RIBEIRO.

  6. Parabéns secretário um erro de português isso acontece com todos . O texto está belíssimo e esse peno erro não lhe de minui em nada parabéns secretário de Cultura e Igualdade Racial.

  7. Quem nunca errou que atire a primeira pedra, com “C” ou com “S” tem mesmo muita gente cega das vistas limpa. O Augusto Serra é uma referência no nosso município e não vai ser apenas um erro de português que irá desqualifica-lo.

  8. Um bom texto Augusto. Infelizmente na nossa sociedade atual a imprensa de uma forma “deformada” leva informação com parcialidade e não com o intuito de informa.

  9. O que vale mesmo Augusto Serra e a importância que você tem para Codó nos vemos quantas pessoas leram o que vc postou.Leram tudo , tão tal que identificaram um pequeno erro. Mas isso não vai interferir em nada Augusto Serra vc é uma ferência e ponto final.
    Belíssimo Texto parabéns.

  10. Parabéns Augusto, muito bom texto, deixou bastante claro a importância da cultura para uma cidade como é a nossa Codó. Sou testemunha do quanto vc lutou para implementar ações de promoção da igualdade racial em nossa cidade. Quando as criticas pelo pequeno erro de digitação não considere, perdeu o sentido diante da riqueza do seu texto. Abraços fraterno.

  11. Parabéns Augusto, muito bom texto, deixou bastante claro a importância da cultura para uma cidade como é a nossa Codó. Sou testemunha do quanto vc lutou para implementar ações de promoção da igualdade racial em nossa cidade. Quando as criticas pelo pequeno erro de digitação não considere, perdeu o sentido diante da riqueza do seu texto. Abraços fraterno.

Deixe uma resposta