Bolsa Família: Cadastro Único será intensificado a partir de 20 de março

Desde março do ano passado a coordenação do Bolsa Família de Codó está transferindo os beneficiários para o chamado Cadastro Único o Governo Federal.

Jean Carlos Santos Oliveira, operador de sistema, explicou ao blogdoacelio, que dados referentes à toda estrutura do candidato são enviados ao Ministério do Desenvolvimento Social que faz a análise do perfil da família para, autorizar ou não, a continuidade ou a primeira parcela do benefício.

A análise se a pessoa está no perfil é o governo Federal, se tiver no perfil vai ser gerado o NIS – Número de Identificação Social – esse NIS a gente libera para a pessoa, sendo liberado a gente diz a data da liberação pra pessoa”, explicou

JÁ RECADASTRADOS

Eles precisam alcançar a meta de mais de 22 mil recadastramentos e estão bastante adiantados na opinião da coordenadora. Quase 16 mil já estão em situação regular e o trabalho deve ser retomado de forma mais intensa a partir de 20 de março nos bairros da cidade, segundo explicou a coordenadora do programa no município, Tatiana Barros.

A gente não vai parar, a gente quer lembrar para a população do nosso município que a partir do dia 20 de março, quem não fez pode procurar o CRAS de seu Bairro que a gente tem uma equipe do Bolsa Família, especificamente para lhe atender”, justificou

POUCOS BLOQUEIOS

A equipe tem comemorado o baixo número de bloqueios e cancelamentos de benefícios. Em todo este tempo de recadastramento, apenas 173 foram cancelados e somente 58 bloqueados.

“E o município não deixou eles de lado a gente está correndo atrás, se o seu tá bloqueado procure nossa secretaria, vamos ver o que aconteceu. Não se esqueça de procurar o posto de saúde, levar seu filho para tá pesando, não deixe as crianças faltarem na escola”, afirmou Tatiana

Na sede da Secretaria de Assistência Social muitos estão buscando informação. Eurivane Costa, dona de casa, já está fazendo parte do cadastro único e veio apenas verificar se o benefício foi liberado. Foi informada que ainda não, mas isso não tirou dela a expectativa, nem os planos para a utilização da ajuda financeira que pretende receber.

Botando minha filha na escola…COMPRAR? é também, comprar pra minha filha, como alimentação, já é uma ajuda né”, frisou

Deixe um comentário