Campanha Natal sem Fome beneficia 1.000 famílias carentes de Codó

Cestas arrecadadas

Pelo oitavo ano consecutivo Grupo Ágata, Associação Pestalozzi e Rotary Club reúnem muitas famílias às vésperas do Natal para entregar cestas-básicas com uma alimentação conseguida com muito esforço voluntário e solidariedade por parte dos colaboradores.

Os parceiros iniciaram o trabalho em setembro e desde então se uniram às escolas das redes pública e privada e aos empresários da cidade para tentar atingir a meta traçada pela campanha, como explicou a representante do Rotary Club, professora Edinir Sousa.

Nós fizemos um trabalho de arrecadação em todos os bairros de Codó, principalmente aos domingos, a equipe do grupo ágata, Pestalozzi, a gente se reunia em determinado local e saíamos de casa em casa fazendo esta arrecadação também nós tivemos o apoio de todas as escolas principalmente da rede municipal, as diretoras, que junto conosco fizeram vários eventos para arrecadação’, disse

MELHOR ESCOLHA

A entrega ocorreu ontem, 22, no Tiro de Guerra e em dia de entrega, a certeza de que as fichas foram distribuídas para quem realmente da cesta necessita. As 9 pessoas da família da lavradora, Maria de Jesus Gonçalves da Silva, sobrevivem da produção de carvão.

Nós trabalha no carvão, nós faz o carvão, nós vende e compra a alimentação (…) se falta já faltou o pão porque disso aí é que a gente se mantém (…) chegar uma ajuda desse pra gente é bom demais”, afirmou

Já seu Raimundo Muniz deixou de catar pedra para conseguir a alimentação do Natal.

Hoje eu não vou trabalhar pra arrancar pedra e to achando a felicidade de Deus tá me dando”, disse

CEIA GARANTIDA

Maria Antonia

Na situação que vive a família de lavradores de Maria Antonia Alves Costa as vezes até a ceia de natal fica comprometida.

É POSSÍVEL QUE NUM DIA DE NATAL VOCÊ FIQUE NESTA SITUAÇÃO, SÓ TEM O ARROZ? É possível, muitas vezes acontece de ter só o arroz, mesmo no Natal”, respondeu

Este ano a campanha Natal Sem Fome afastou esta possibilidade.

“ Com esta sexta aqui não, agora a gente tem o feijão, tem leite, tem a farinha, tem a sardinha, já ajuda muito”, afirmou ao blog Maria Antonia

MIL FAMÍLIAS

Beneficiados

A organização chegou a beneficiar mil famílias.

“A gente está satisfeito porque se, pelo menos, não aumentamos mantivemos o número do ano passado e isso já é bastante positivo, nós temos esta perspectiva de estar sempre ajudando mais famílias” disse o coordenador do grupo Ágata Edmilson Martins de Oliveira

Deixe um comentário