Codoenses amanhecem reclamando de casas invadidas por água no Codó Novo e São Francisco

Veridiano Sousa FCFM

A cidade amanheceu debaixo e chuva (desde a madrugada) e o programa Comando Popular da FCFM embarcou na onda abrindo, estrategicamente, o telefone para a participação dos ouvintes.

Em meia hora, praticamente, diversas pessoas ligaram reclamando-se de casas com problema de alagamento. As principais vieram da Travessa Bahia, no Codó Novo e Vila Biné (rua 2), no bairro São Francisco. Também houve reclamação do Vereda (COHAB).

“Até João de barro constrói sua casa até o final”, argumentou uma moradora do Codó Novo culpando a falta de conclusão das obras iniciadas pela Prefeitura pela água nas residências “Água muita, alegria por isso, mas muita tristeza porque, como você ver, é um absurdo”, completou a ouvinte que não se identificou

EXAGERO

Entre os telefonemas, alguns taxaram de exagero o fato de Veridiano Sousa e ouvintes afirmarem que, em meio ao desespero de acordar com a casa cheia d’água, crianças estavam chorando.

“Todos que entraram aí fizeram igual ou até pior, não é culpa do prefeito atual como vocês estão dizendo”, argumentou uma ouvinte

“Mas nós temos que melhorar isso, minha filha, nós temos que melhorar a situação de nossa cidade”, contrapôs Veridiano

EQUIPE DISPONÍVEL

O programa contou com a participação do diretor do Sistema, Cícero de Sousa, que disponibilizou equipes de TV para mostrar o problema de acordo com as reclamações que chegavam.

“Nós estamos disponibilizando nossas equipes (de reportagem) para levar ao conhecimento das autoridades para ver se fazem alguma coisa”, disse Cícero de Sousa

Deixe um comentário