Codoenses unidos conseguem melhorias pra MA-026 entre Codó e Coroatá

Depois do trabalho do programa Cidade Notícias (FCFM), apresentado pelo jornalista Alberto Barros, que foi pessoalmente à São Luís ao lado do deputado Estadual César Pires (DEM), à quem fazia solicitações quase que diariamente, o Governo do Estado deu início à uma operação tapa-buracos na MA-026 iniciando pelo trecho entre o povoado KM 17, passando pela cidade de Codó, Timbiras até Coroatá.

Trabalho iniciado
Trabalho iniciado

O trecho foi alvo de cobranças diretas de Alberto ao deputado César Pires que atendeu, prontamente a reivindicação, engrossando a corrente junto ao Governo do Estado.

Com Alberto e César Pires também envidaram esforços a vereadora Maria Paz e seu colega Pedro Belo, como mostra reportagem abaixo, produzida pela assessoria de imprensa dos parlamentares:

…………………………………………………………………….

O esforço de parlamentares codoenses a respeito da MA-026 conseguiu sensibilizar o governo do Estado do Maranhão para realizar obras de emergência na via de acesso que liga a BR-316 a importantes cidades da região dos cocais.

Na manhã desta quarta-feira (11) foram iniciadas as obras da operação tapa buracos na MA-26, que liga o Distrito km 17 (na BR-316) às cidades de Codó, Timbiras e Coroatá. Ao topo serão 64 km de recuperação provisória. Estavam presentes a vereadora Maria Paz, o vereador Pedro Belo e o Diretor do HGT, Dr. Cláudio Paz.

As obras são de caráter de emergência, uma vez que a via está praticamente intrafegável. O período de chuvas, que esse ano se apresenta bem acentuado, estava causando mais danos aos trechos mais críticos. De acordo com a vereadora Maria Paz, a operação será bem rápida. “Essa é uma obra de emergência. E o governo escutou nosso chamado. Agradeço ao nosso secretário pela sensibilidade em relação a Codó e toda a região”.

Para o vereador Pedro Belo, o esforço conjunto do legislativo ajudou para uma melhora provisória. “Estivemos junto ao poder público estadual e logo recebemos uma resposta positiva. Isso demonstra todo o compromisso do atual governador de nosso estado e de seus secretários”, colocou.

Para entender mais

Pela atual situação da MA 0-26, parlamentares codoense recorreram ao Governo do Estado, cobrando alguma providência para a via de acesso. Em fevereiro, Vereadora Maria Paz entregou ao Secretário Adjunto de Infraestrutura do Estado do Maranhão, Ednaldo Neves, o ofício de sua indicação, aprovada pela Câmara Municipal de Codó, onde solicitava ao Governador Flávio Dino, através da Secretaria de Infraestrutura, a recuperação da estrada MA-026.

No mês de março O vereador Pedro Belo (PCdoB) esteve em São Luís para acertar os detalhes finais com os dirigentes da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Sinfra) da recuperação da MA – 026. Pedro Belo esteve pessoalmente com o titular da Sinfra, Clayton Noleto, e com o seu adjunto, Ednaldo Neves, para reforçar o pedido de recuperação da MA, e ouviu dos dirigentes do órgão que as ações serão urgentes, por recomendação também do governador Flávio Dino (PCdoB).

Ascom

8 comentários sobre “Codoenses unidos conseguem melhorias pra MA-026 entre Codó e Coroatá”

  1. Do blog Atual 7

    ncontra-se engavetada, há mais de um mês, uma execução fiscal movida pelo Estado do Maranhão contra o ex-deputado estadual e atual assessor especial da Casa Civil no governo Flávio Dino, Camilo Lellis de Carneiro Figueiredo, e seus dois sócios, Rogério Carneiro Figueiredo e Rodrigo de Lellis Salem Figueiredo, na também executada Indústria Codoense de Plásticos Ltda, uma das empresas do conglomerado pertencente ao clã de Codó.

    O governador do Maranhão e parte do clã de Codó, conhecido na região por escravizar e tomar terras de trabalhadores
    PCDOB
    GOVERNO DE TODOS NÓS
    O governador do Maranhão e parte do clã de Codó, conhecido na região por escravizar e tomar terras de trabalhadores
    Aberto no dia 3 de novembro do ano passado, o processo 2533/2014 tramitou normalmente até quando proferido despacho, e só recebeu nova movimentação no dia 10 de fevereiro deste ano, quando foram expedidas as cartas de citação, um dia antes da nomeação de Camilo Figueiredo pelo governador do Maranhão em cargo de simbologia Isolado, uma das mais bem remuneradas de todo o estado.

    Datada na metade de dezembro de 2014, com o comunista já eleito, o despacho do juiz Rogério Pelegrini Tognon Rondon, titular da 1ª Vara Judicial de Codó, determina que sejam cumpridas a citação; penhora; arresto; registro de penhora ou do arresto, independentemente do pagamento de custas; e avaliação dos bens penhorados ou arrestados do assessor especial da Casa Civil, para o pagamento da dívida, sob pena de penhora de seus bens.

    “O presente despacho inicial importa ordem para: citação; penhora; arresto; registro de penhora ou do arresto, independentemente do pagamento de custas; avaliação dos bens penhorados ou arrestados (artigo 7°). 3. Desse modo, cite-se o devedor para, no prazo de cinco (05) dias, pagar a dívida com os acréscimos legais ou garantir a execução com oferecimento de bens à penhora”, diz o documento.

    De acordo com fontes ouvidas pelo Atual7, o apadrinhamento à Camilo Figueiredo seria uma retribuição de Flávio Dino pelo apoio dado à campanha do comunista ao Palácio dos Leões, na última eleição. Então sarneyzista, o ex-deputado pulou de foice e martelo do barco do suplente de senador Lobão Filho (PMDB), candidato da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), e declarou apoio à Dino durante caminhada e comício realizados em Codó, onde é conhecido com o seu pai, o ex-prefeito Biné Figueiredo, como uma espécie de coronel por manter latifúndios.

    Há cerca de um mês, o governador do Maranhão vem sofrendo desgaste nacional por pressão da Comissão Pastoral da Terra (CPT) pela exoneração de Camilo dos quadros do governo por sua ligação com o trabalho escravo na Fazenda Bonfim, pertencente a uma empresa em que foi sócio com os mesmos parentes, Rogério e Rodrigo Figueiredo, a Líder Agropecuária Ltda, flagrada em 2012 em ação conjunta da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão (SRTE/MA), Ministério Público do Trabalho e Polícia Federal submetendo trabalhadores e crianças à condições análogas às de escravos.

    No local, a água consumida era a mesma utilizada pelos animais, retirada de uma lagoa imunda, repleta de girinos.

    Peculato e corrupção passiva

    Além da execução fiscal, Camilo Figueiredo é alvo da Justiça em outros quatro processos, inclusive por peculato e corrupção passiva, movidos pela Caixa Econômica e pelo Ministério Público Federal. Todos também parados desde fevereiro desde ano.

  2. Acélio passei pela estrada hoje.
    Vi um serviço mal feito.
    Quem vai fiscalizar?
    Ali não é nem um tapa buraco, jogam apenas asfalto sem preparar os cortes quadrados e a base.
    Daqui a 30 dias VOCÊ VAI VER que estará horrível novamente.
    É uma COISA feita nas coxas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    QUEM SERÁ O CULPADO, VAI APARECER?

  3. ALGUÉM SABE ME DIZER SE MA 026 NÃO SAI MAIS NO TRIANGULO.CORRE UM BOATO NA CIDADE DE QUE, SEMANA QUE VEM SAI 2 ÔNIBUS DE CODO LOTADOS DE AGRICULTORES EM DIREÇÃO A CIDADE DE SÃO LUIS, E SEM PRAZO PARA RETORNAREM SE NÃO ATENDIDAS AS SUAS REIVINDICAÇÕES,O POVO DE CODÓ ESTA ACORDANDO

  4. Muito Boa Essa União de Politicos Codoenses em Prol da MA 026 ao KM 17 que essa por um BOM tempo e Boa Causa Codó que nós Queremos com Progresso.

Deixe uma resposta