DECISÃO: Jonas Filho deixa Bacabal declarando amor à Codó e ao prefeito Zito Rolim

Jonas e Zito Rolim

Depois de saber ontem, 17, à noite, por telefone, em Caxias, da notícia publicada no blog Correio Codoense dando conta de que teria sido demitido da TV Mearim, afiliada da Band em Bacabal, o apresentador Jonas Filho, ligou para o blogdoacelio, flagrantemente, irritado.

Explicou que a notícia não condizia com o que, realmente, teria ocorrido e para provar o que afirmava possibilitou um diálogo da nossa redação com o diretor da TV Mearim, Jaime Rocha. Segundo afirmou o diretor, deixar a televisão bacabalense foi uma decisão do próprio Jonas que não suportou o peso das viagens diárias entre as duas cidades.

“Ficou muito pesado Bacabal/Codó, Codó/Bacabal, ficou muito pesado (…) ele me avisou, me comunicou, ta entendendo? Que não tinha mais condição e eu ia fazer o quê, né? Mas ele é um cara muito inteligente”, afirmou

‘O PODER DA PALAVRA’

Jaime rasgou elogios ao apresentador dizendo, entre outras coisas, que lá (Bacabal) ele fez e deixou um grande amigo e, profissionalmente, nunca tinha visto alguém trabalhar defendendo o prefeito e ter a habilidade de enfrentar os eleitores ao vivo pelo telefone.

‘Eu ainda não vi não, o cara chegar, defender o prefeito e ainda colocar o telespectador do no ar. Isso aqui que ele faz ainda não vi não…CORAJOSO? Ele tem o poder da palavra, no final ele acaba convencendo a pessoa’, disse admirado

“EU NÃO VOU LARGAR O ZITO”

O diretor entendeu a despedida por causa do ato de Jonas de ter avisado antes e explicados suas razões.

Na conversa que ambos tiveram, o apresentador teria revelado que amava Codó e que não pretendia largar o prefeito Zito num momento em que muita gente o tem deixado. Estas teriam sido algumas das razões que levaram a ficar toda a semana trabalhando apenas no Cidade da Gente – A Notícia Por Inteiro na Metade do Dia.

“Não teve nenhum mal estar, ele me comunicou. Ele disse – Não Jaime eu vou optar por Codó, é a terra que eu gosto, Bacabal ele não se ambientou, ficou nesse vai e volta e achou melhor não largar o Zito nessa hora em que ele ta mais precisando dele. Ele me disse – todo mundo abandonou ele e eu não vou abandoná-lo não, ele disse. Eu disse – ta certo, você tem que prestigiar as pessoas que lhe ajudaram”

Deixe um comentário