Delegado regional explica situação da família que traficava crack, maconha e cocaína na Trizidela

Raquel de França Magalhães foi identificada como sendo  a dona da casa, na rua Santa Inês,  no bairro Trizidela, para onde havia mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça.

O endereço estava sendo monitorado havia cerca de 3 meses. No dia a Polícia Civil acab ou não encontrando nada em grande quantidade, mas a busca e a apreensão provaram que existe naquele endereço forte indício da venda de maconha, crack e até de Cocaína.

Junto com Raquel foram indiciados mais dois maiores de idade, todos da mesma família –  Kássio André Ramos Costa e Matheus da Silva, que já foram encaminhados para o presídio regional de Codó.

 “Todos eles foram autuado por tráfico, associação ao tráfico e corrupção de menores porque na casa essa adolescente que é filha da proprietária da casa ela é companheira de um dos traficantes, tava, tentou esconder essa arma e a residência lá, nós investigamos já vinham investigando e lá se reuniam grupo de pessoas pra consumir drogas e vender essas drogas também, então na casa também existia crianças e por conta disso os maiores vão responder pelo tráfico, associação e corrupção de menores”, explicou o delegado regional Gilvan Lucas de Sousa

Uma adolescente de 16 anos também chegou a ser levada a delegacia porque tentou esconder dentro da própria roupa esta arma de fabricação caseira que aparece na foto feita pela polícia.

 “Nós confeccionamos aqui o procedimento por conta dela tentar esconder a arma nas suas vestes  e ela foi ouvida e foi liberada em seguida e vai responder ao procedimento. Logo, logo deve ser chamada pelo judiciário para responder pelo ato infracional pelo qual foi instaurado procedimento”, concluiu o delegado

Um comentário sobre “Delegado regional explica situação da família que traficava crack, maconha e cocaína na Trizidela”

Deixe um comentário