Depois da pressão dos professores prefeitura resolve problema da AUTENTICAÇÃO

O edital lançadono final da tarde de ontem, 8, pela Prefeitura de Codó exige que os documentos apresentados para a seleção de currículos sejam todos autenticados em cartório.

A exigência causou uma corrida aos cartórios e um problema sério – a falta de selos usados na autenticação. Dos 3 cartórios que visitei hoje pela manhã, dois já haviam  despachado os candidatos porque não havia mais como atender. Somente O do 2º ofício, ainda esperava um pedido de 1.000 selos, o que pela demanda, certamente, não atenderia o número de professores que ainda necessitam deste serviço.

Ouvimos muita reclamação.

“Nós estamos nesse sofrimento que eles criassem outra opção pra gente, até porque a gente não sabe nem se vai ser classificado, isso que a gente tá querendo que facilitassem a nossa vida que já tá tão difícil”, pediu uma educadora

Nos três cartórios encontramos professores indignados, mas sempre apontando uma solução, possível, para o caso, como a do professor Ronatan.

“Poderia ser até através de um carimbo, ela comparava o original com a cópia, carimbava e recebia, no ato de assinar o contrato  ela poderia solicitar o original antes de efetivar a contratação do mesmo…UMA SOLUÇÃO SIMPLES QUE PODERIA SER ADOTADA? Muito simples, certo, que vai ajudar todo mundo que vai ficar nessa correria dependendo de quando vai chegar o selo, se vai chegar”, apelou

No final da manhã a prefeitura emitiu esta NOTA EXPLICATIVA onde anuncia a solução dada por quem sofreu na pele a falta de selos nos cartórios.

A servidora Elisama Oliveira já está no prédio da praça do Vereda  carimbando  os documentos antes que sejam entregues aos cuidados da  Secretaria de Educação, no mesmo local.

10 comentários sobre “Depois da pressão dos professores prefeitura resolve problema da AUTENTICAÇÃO”

  1. Acelio quem vai pagar quem autenticou. uma grana jogada fora sem necessidade. Deus do céu estamos arrumados com estes perdidos e desorganizados. Eita turminha desmiolada

  2. Fiz minha inscrição até um pouco preocupada, os documentos entregue não foram conferidos pela equipe que estava lá, ou seja nenhum documento que comprove a mim e a eles a quantidade de documentos. Eles simplesmente recebiam um envelope lacrado. Serå que nao teremos surpresas??Acho que o MP deveria investigar isso.

  3. O detalhe desse edital é que já foi publicado com vicio, pois, 3 pontos de erros podemos observar: I – Como o professor com magistério pode ser inscrito/selecionado pois se ele não tiver nível superior já está eliminado, pois a pontuação mínima é 7 pontos, sendo que a licenciatura representa 4 pontos. II – Em relação ao plano anual, o edital é omisso, pois, temos como exemplo, os nos 1º ao 5º são 5 turmas distintas cada qual com seu plano, no edital fica “obscuro”, se o candidato que irá participar da seleção do 1º ao 5º, qual “plano levar, ou levar os 5”! muito vago o edital! III – Todo edital de seleção externa, tem que respeitar o prazo que é de no mínimo 15 dias, a partir da publicação. Aconselho aos candidatos que não possui nível superior, recorrer; também aqueles que ainda não estão com a documentação completa.

  4. Aqui fica o meu repudio do eu vir e ouvir um apresentador incentivando a linchamento de uma ser humana na televisão no ronda se ela cometeu um crime ela tem que paga, o outro e que vanda luz estão colocando o nome de pcc,1533 no posto de saúde do são francisco e na escola clodomir, e so passar e ver.

  5. Eles nao estao respeitando as pessoas que tem prioridade.professores que estao amamentando,pessoas cim cirurgias que nao podem ficar muito tempo em pe.A moça respondeu vai buscar o documento que compriva a priridade de vcs.Va la Acelio e veja com seus proprios olhos.

  6. ACELIO POR QUE NÃO NOTICIOU QUE Prefeitura de Codó terá que realizar concurso público para substituir servidores irregulares

    Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto, em 8 de fevereiro, pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) ao Município de Codó, estabelece a realização, até 31 de dezembro de 2017, de um concurso público para preencher todos os cargos vagos na administração municipal.

Deixe uma resposta para Maykenrow Cancelar resposta