DISCURSO: Chiquinho Oliveira ‘descasca’ Zito Rolim e diz que faz política apenas para defender a sociedade de Codó

O presidente do PTB de Codó, empresário Francisco Carlos de Oliveira, fez o mais comentado discurso da convenção do partido realizada ontem, 22, no prédio da Fazenda Show. Agradeceu diversas caravanas urbanas e rurais que compareceram ao evento, aos partidos convidados, e foi direto ao ponto.

Fez uma viagem no tempo de três campanhas onde esteve ao lado do atual prefeito Zito Rolim, a quem chamou de ‘grande amigo da época”. Neste ínterim, chegou a recusar propostas de alianças com outros partidos para ‘chegar à prefeitura mais rápido’, lutou até que o grupo chegou ao poder.

“Fomos para a terceira luta e Codó mostrou que, realmente, não queria o passado, rejeitou o passado e o Codó acreditou, nos projetos implantados por nós e aí veio a vitória do companheiro da época, amigo da época, Zito Rolim. Grande amigo, amizade de mais de 30 anos, companheiro de todas as horas”, disse

O PODER E A DECEPÇÃO

Tão logo o ‘amigo da época’ assumiu, veio a decepção. Havia um projeto construído pelo bem de Codó, segundo o empresário, mas ele não foi sequer colocado em prática na sua forma original.

“E aqui nós fizemos o projeto para Codó. Por exemplo, o nosso projeto não podia ter parente na Prefeitura, chamava-se nepotismo. Começou, chamei atenção – este não é o nosso projeto”, repreendeu

Veja parte do discurso

“ELE NÃO TEM DINHEIRO PRA ME PAGAR”

O empresário destacou um assunto deveras polêmico. Falou que Zito não tem dívida com ele, ou seja, não lhe deve nada e nem teria condições de pagar tudo que ele investiu em três campanhas para prefeito.

“Algumas pessoas vão à televisão e dizem – Não, ele agora saiu, ele agora vai governar. Ele agora pagou o FC Oliveira então agora ele vai poder governar. Em primeiro lugar – Ele não tem dinheiro pra me pagar, porque todo mundo sabe que o prefeito não tem uma situação (financeira) ao ponto de pagar o que eu gastei durante três anos. Se isso chegasse a acontecer ele estava assinando o Certificado de Desonestidade”, afirmou continuando

“As vezes eu até extrapolo as minhas colocações para ver se a gente acaba com esta história de que eu queria mandar em Prefeitura de Codó. Eu queria e quero, continuo querendo, é a liberdade, é o emprego, é o desenvolvimento”, argumentou

CASTIGO DE SÃO FRANCISCO

Ainda dentro deste assunto, o presidente do PTB chegou a pedir castigo de São Francisco, santo de quem é devoto fervoroso, caso já tivesse recebido um mísero real sequer do atual prefeito. Na sequência afirmou que faz política para defender a sociedade e que Deus já lhe deu o suficiente para não precisar de dinheiro de Prefeitura.

‘E aí eu quero dizer uma coisa bem séria aqui pra vocês (…) se o senhor prefeito Zito Rolim tiver me pago alguma coisa de Política, que São Francisco, que é meu santo poderoso, me dê o maior castigo do mundo porque eu faço política porque gosto de política, faço política porque eu quero defender a ética, eu quero defender a sociedade”, disse completando “ Deus me deu já o suficiente para que eu vista a camisa para defender aqueles que precisam serem defendidos, eu venho nessa luta porque eu não posso cruzar os meus braços porque senão a sociedade paga um preço muito caro do que paga hoje”, frisou Chiquinho Oliveira

LUTA PELO DESENVOLVIMENTO

Francisco Carlos de Oliveira tratou também da luta que trava para trazer mais indústrias para Codó e, assim, segundo ele, criar mais empregos, sobretudo para a juventude. Citou como exemplo, seu empenho junto ao empresário piauiense Reginaldo Carvalho, que logo inaugurará um minishopping na cidade, e da doação de um terreno para criação de um parque industrial no município (área do povoado Saco).

Eu vivo na política porque ta no meu sangue, não para completar meu patrimônio. DEUS já me deu o suficiente para que eu possa agora, mais do que nunca, fazer um pouco pela sociedade. Eu só posso agradecer à Deus fazendo alguma coisa aqui nesse mundo, eu só posso agradecer o que Deus tem feito por mim, fazendo algo à esta população desta cidade e assim eu faço, tenho certeza que Codó tem uma das maiores empresas dos seus 116 anos levando o nome dessa cidade a 17 Estados dos Brasil”, falou pedindo que todos pensem, não apenas no presente de Codó, mas também no seu futuro.

“Venho lutando para que venha mais indústrias para Codó, luto para que venha mais emprego pra esta cidade (…) assim é que pode ser demonstrado que gosta da cidade e não com baixaria, fechar o corredor da folia onde a juventude, a sociedade é o lugar de seu lazer, dessa forma a gente tem que se juntar, minha gente, os homens de bem de Codó. Não pense no momento, pense no futuro”, concluiu

“QUER FICAR RICO VÁ SER EMPRESÁRIO, PREFEITO NÃO”

O presidente criticou o fato de que políticos apareçam ricos da noite para o dia. Em sua opinião, salário de até 12 mil reais não enriquece ninguém, quando isso ocorre com políticos alguma coisa está muito errada.

“Eu sempre digo – se você quer ficar rico, vá ser empresário porque na política, uma salário de 8, dez, doze mil reais não dá pra ficar ninguém rico, se você, sendo político, aparecer com riqueza, alguma coisa errada está acontecendo porque não existe salário de político para se tornar um político rico”, fechou Chiquinho Oliveira

Deixe uma resposta