Emissão de Carteira de Trabalho continua sendo um problema em Codó

Problemas na emissão da Carteira de Trabalho, mais conhecida como Carteira Profissional, na agência de Codó, se arrastam desde junho de 2014. À época era gente demais e apenas 15 fichas para atendimento diário. Tinha gente dormindo na porta.

Em 19 de dezembro de 2014, o governo Federal suspendeu a emissão para trocar a forma antiga por uma informatizada. Em janeiro de 2015 ainda havia reclamação quanto à este sistema novo.

Atualmente a reclamação diz respeito a justificativa frequente dada na agência de que ‘O SISTEMA TÁ FORA DO AR’, quase todo dia. Tem gente que desde janeiro aguarda sua carteira e toda vez houve a mesma desculpa, outros conseguem após várias idas e vindas à agência.

O chefe da agência Luis Carlos Alves Costa, ouvido por nossa reportagem, reclamou de abandono.

Disse que está sem assistência técnica e que precisa ligar quase todo dia para a central em São Luís pedindo ajuda para emitir as carteiras. Também reclamou de poucos funcionários para atender a demanda que não é apenas de Codó, mas de várias cidades vizinhas.

“É falta de assistência, assistência técnica e assistência com referência  mesmo ao grupo de funcionários. Não temos pessoas suficientes para que possa, da fato, digamos, ter uma senha, ter um acesso para que possa expedir essas carteiras. Quer dizer, como funcionário desta agência eu sou só, faço homologações, seguros e as demais orientações que venha ser necessário a gente tá a disposição para informar”

O QUE RESOLVERIA?

“Eu vejo o seguinte, o Ministério do Trabalho deva ter, deva ter não, ele tem um técnico em informática, mas este técnico em informática só dá assistência em São Luís. Nós temos agências, temos gerências e somos abandonados a respeito das técnicas de informática, então seria necessário que o técnico fizesse visitas às agências para que pudesse habilitar, pra que pudesse ver qual é a possilibidade, por que as carteiras não geram, qual é o problema (…)

(…)Temos que ligar para São Luís, todos os dias, para que possamos, por exemplo, tirar uma foto, inserir a carteira, cadastrar ou registrar a carteira para estas pessoas (…)

“(…)Tiramos essas carteiras de segunda a quinta-feira par entregar sexta-feira, essas pessoas se deslocam para suas casas. Quando eles voltam sexta-feira as carteiras NÃO GERARAM. Como é que a gente vai saber por que não gerou?  temos que ligar pra São Luis, não se encontra a pessoa lá em São Luís que é responsável por este setor para que possa dar esta informação, então isso tá causando um tumulto, tá causando uma dificuldade”

9 comentários sobre “Emissão de Carteira de Trabalho continua sendo um problema em Codó”

  1. Acélio, O problema se arrasta desde 1975. Àquela época, aprovado em concurso e precisando da “azulzinha” para tomar posse no emprego, tive que ir a Caxias, para “me salvar”.

  2. Codo de olho queria saber se voce prova o que diz? e se provar mostre o segurança que esta fazendo isso recendo dinheiro, pois nos somos 4, prove e mostre quem esta fazendo isso, pois caso contrario vou solicitar o ip com o acelio e vou abri um processo contra voce.

Deixe uma resposta