Figueiredo Junior revela que tem nome ‘sujo’ por causa de contas do HGM no governo de Biné

Pres. Figueiredo Junior

O tempo é mesmo o senhor de tudo, sobretudo no âmbito das revelações. Ao fazer seu discurso na penúltima sessão ordinária de 2011 da Câmara de Codó, o presidente Figueiredo Junior deixou escapulir uma muito interessante.

Falando da saúde financeira dos vereadores, se equiparou ao colega Leonel Filho com uma ressalva “nome no Serasa”.

Figueiredo disse que ainda está lutando para se limpar por causa de dívidas que ele assumiu em nome do HGM, quando fora diretor na administração do tio Biné. Explicou que, para não ver o hospital parar de vez, assinou compromissos que depois não foram ressarcidos pelo então prefeito.

O governo Codó Para Todos acabou e as contas acabaram ficando só para 1, o próprio Figueiredo Junior. Desde então, disse que vem se virando para tirar o nome do cadastro de inadimplentes, tendo, para manter o padrão da família, até que dar aulas, vender ovo, frango e fazer corrida como taxista no sentido Codó/Teresina.

“O ex-prefeito Biné Figueiredo, meus amigos, infelizmente deixou um débito muito alto que eu venho pagando, mas já ta quase limpo o nome do vereador Figueiredo Junior, mas pra isso, e para que o padrão da minha família não caísse, vocês presenciaram nos últimos três anos, eu fiz linha daqui pra Teresina, eu vendi frango, eu vendi ovo, eu dei aula, mas não vendi o meu voto aqui na Câmara”, afirmou

Deixe um comentário