Idelfonso anuncia que produção codoense pode ser comprada por empresas estrangeiras

Idelfonso Barros

Depois de receber R$ 40.000,00 das empresas Transbarros e FC Oliveira as quebradeiras de Coco da Associação das Trabalhadoras no Benefício do Coco Babaçú não param de receber boas notícias.

A mais recente veio do empresário Idelfonso Barros, por meio de um post em comentários da matéria de César Pires, neste blog.

Barros informou que duas empresas, uma dos Estados Unidos da América e outra da Inglaterra, serão contactadas para também adquirirem a produção das codoenses.

“Meu caro jornalista, a Associaçõa dos Trabalhadores no Beneficio do Coco Babaçu, alem de vender como sugeriu o Deputado Cesar Pires, para a copa do mundo, tambem vai manter contato com as empresas, a inglesa Body Shop e com a norte-americana Pacific Sensuals, com a intenção de vender seus produtos, estas empresas, ja compram oleo e sabonetes produzidos por algumas associações no Maranhão, inclusive ja doaram verbas, para construção de um galpão para uma destas entidades”, escreveu Idelfonso

Todas estão ansiosas pelo início da produção.

Deixe um comentário