Idoso vítima de golpe de R$ 60.031,96 continua sem receber aposentadoria em Peritoró

Em Peritoró muita gente já fica em estado de alerta quando alguém oferece ajuda na porta ou dentro das agências bancárias.

Dona Deusimar Pereira da Costa, lavradora,  fala sobre isso com propriedade. A sogra dela, com dois benefícios, paga empréstimos que nunca fez porque, na opinião dela,  não tomou precauções necessárias.

“To  bem a par não, mas já fizeram 3 a 4 empréstimos…SEM ELA AUTORIZAR? É, sem ela autorizar (…) Ela só recebe R$ 600,00 de um e R$ 500,00 de outro…O RESTO TÁ ONDE? Tá pagando, né, para os outros se lucrar…EMPRÉSTIMOS QUE ELA NÃO AUTORIZOU” não autorizou”

Moradores de Peritoró têm motivos de sobra para desconfiarem de tudo. Aqui só no ano passado pelo menos 10 pessoas, segundo a Polícia Civil  foram vítimas de golpes com empréstimos consignados. Uma só, entre as prejudicadas, um idoso de 72 anos, ainda hoje está com uma dívida de R$ 60.031,96.

Estamos falando de seu Francisco Anacleto de Sousa, desde agosto do ano passado ele não recebe um centavo da aposentadoria, nem da pensão dele.

Chora toda vez que pensa sobre   como vem sobrevivendo enquanto a Justiça decide sobre o caso dele, vítima de um estelionatário que tinha um banco de empréstimos consignados na cidade (FACILITA CRÉDITO RÁPIDO) e acabou fazendo 35 movimentações financeiras de maneira fraudulenta após ter acesso ao cartão e à senha do idoso de 72 anos.

 “Ave Maria não tem nem palavras do cabra dizer um coisa dessa…O SENHOR CHORA, A EMOÇÃÃO VEM NA HORA? Não tem como o cabra se lembrar que vivia às minhas custas, agora vivo às custas dos outros me dando uma migalhinha quando querem, o cara fica ruim demais….E AINDA DEVENDO R$ 60 MIL? Sessenta mil reais”, disse

Diz que se pudesse voltar no tempo, nunca teria feito um empréstimo consignado para expor seus dados pessoais e pede que ninguém passe pelo que está passando.

 Não cair numa dessa porque isso é um sofrer (…) ENTÃO AS PESSOAS TÊM QUE TER MUITO CUIDADO? Muito cuidado porque quem cai numa lábia dessa tá morto”, afirmou

Já seu Francisco Pereira da Silva é radical quando o assunto é se proteger dos bandidos, desta forma nunca  correu o risco de vir a ser vítima dos estelionatários.

 “Eu não deixo porque não dou meu cartão pra ninguém nem dou conta, meu número do meu cartão pra seu ninga…SENHA, NADA? …nada, nada eu seu ela de cabeça, decorada, eu mesmo vou lá, eu mesmo bato, eu mesmo tiro…AQUELA HISTÓRIA OH DEIJA EU LHE AJUDAR? Não, eu não quero, ajuda eu só quero de Deus”, afirmou

Um comentário sobre “Idoso vítima de golpe de R$ 60.031,96 continua sem receber aposentadoria em Peritoró”

Deixe uma resposta