Justiça é quem vai analisar se arbitra fiança no caso Betinho

Oberdan e Betinho

A Polícia Militar executou na quarta-feira,12, anoite, a prisão de Oberdan Sousa Silva, de 31 anos, suspeito de mais de 20 arrombamentos à residências e comércios da cidade. Ele estava na companhia de Gilberto Pereira Magalhães, o Betinho, de 36 anos, suspeito de receptação.

O tenente, Ronaldo Moura, que comandou a operação já monitorava a dupla havia mais de um mês e aguardou o momento de um encontro dos dois para efetuar a prisão.

“Pegamos ele, no momento em que tava recebendo o produto roubado, Betinho, pegamos no momento em que tava recebendo o produto do arrombador. Nós estamos há muitos dias montando campana, um trabalho devagar, silencioso, era eu e o soldado Fernando, a gente vinha monitorando e até já podíamos ter prendido ele antes, mas a gente queria lograr êxito na pessoa que é o responsável pela receptação”, disse o tenente ao blog do Acelio

ABORTO E CARTÕES

Depois que a PM entregou os dois à Polícia Civil o delegado e sua equipe, ontem, 13, passaram a desenvolver outra investigação para concluir o inquérito, acabaram descobrindo a possível prática de outros crimes.

Encontrados na casa

Na casa de Betinho, que, segundo Rômulo Vasconcelos, já tem passagens anteriores por venda de material sem nota fiscal e exposição de vídeos eróticos na internet, os policiais recolheram alguns eletrodomésticos, que o delegado acredita serem frutos de dinheiro conseguido ilegalmente.

Além disso, apreenderam medicamento usado para a prática de aborto, 25 cartões de saques de aposentadorias e carteiras de identidade de idosos, segundo o delegado, alguns já mortos.

“Contratam pessoas para roubar esses cartões, fazem empréstimos fraudulentos, fazem documentação fraudulenta, arrumam um terceiro, um laranja e com isso vão recebendo o benefício da pessoa até quando o INSS tem conhecimento, então as pessoas já são falecidas e eles continuam tendo lucro com isso”, explicou Rômulo

NA JUSTIÇA

Os dois continuam a disposição da Justiça.

Rômulo Vasconcelos

“O Oberdan vai ser indiciado por furto, ele arrombou mais de 20 casas na nossa cidade e o Betinho vai ser autuado por receptação, por retenção de documento de idoso e a gente vai analisar outros crimes que por ventura a gente possa figurar, mas acredito que ele vá responder também por crime previdenciário de estelionato, ta tirando dinheiro de terceiro”, esclareceu o delegado

FIANÇA

A soma dos crimes pelos quais foram indiciados Betinho e Oberdan ultrapassa os 4 anos de prisão, em caso de condenação. Isso tira o poder das mãos do delegado para arbitrar-lhes a fiança.

Por conta disso ambos vão passar o fim de semana na cadeia, pois só na outra semana o inquérito será analizado pelo juiz ou juiza responsável e este decidirá se arbitra ou não a fiança. Não arbitrando decretará a prisão preventiva. Pesa contra Betinho, principalmente, o fato de já responder à outro processo.

4 comentários sobre “Justiça é quem vai analisar se arbitra fiança no caso Betinho”

  1. que mal que ele fez para sociedade, é uma pessoa legal quem conheceu o betinho sabe no que eu to falando, se juntou cm quem (….) deu no que deu, agora é pagar pelo seu ato.

Deixe uma resposta