Mano Xinxin cobra ajuda do governo para acabar com falta de CNH entre os mototaxistas

O presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Codó, Francisco Araújo (Mano Xinxin), cobrou na semana passada em reunião convocada pela Polícia Militar a ajuda do Poder Público para acabar com a falta de Carteira Nacional de Habilitação entre aqueles que formam esta categoria de profissionais.

O juiz Rogério Rondon, da 1ª Vara, determinou que autoridades, entre elas promotores de Justiça, tomassem providências quanto a falta de CNH. A ordem foi emitida no final de um processo onde um mototaxista sem CNH envolveu-se num acidente de graves consequências, segundo a capitã Francilene Gonçalves nos informara.

No entendimento de Mano Xinxin um mototaxista de Codó ganha em média R$ 600,00 por mês, o que é irrisório para pagar uma CNH de R$ 1.200,00. Outro problema é o analfabetismo da maioria. VEJA O VÍDEO.

8 comentários sobre “Mano Xinxin cobra ajuda do governo para acabar com falta de CNH entre os mototaxistas”

  1. Peraí,vcs estão de brincadeira,isso ta ficando feio perante a população,tds sabem que essa pesquisa é mentirosa e ta deixando o POVO com mais raiva do grupo do NAGIB. será se esse marqueteiro não ta vendo a merda que ele ta fazendo divulgando pesquisas mentirosas?
    Obs: o POVO não é besta!

  2. Relamente esses mototaxistas estão precisando da CNH, porque a maioria anda irregular e irresponsavel no transito, muita raiva as vezes de trafegar com esses caras por perto, nao tem noção de sinalização e faixa, e mão certa q deve trafegar. eles precisa mesmo de CNH para ver se melhorar um pouco, e nao só eles, e sim todos que utiliza transporte.

  3. É impressionante a falta de conhecimento das regras básicas de circulação dos condutores de motos em Codó. Vc dá sinal de luz ou buzina querendo ultrapassar, o condutor à frente invés de ir pra direita deixando a faixa esquerda livre, ele encosta é no canteiro central. Incrível a falta de conhecimento.

  4. Mototaxista sem carteira? Onde já se viu um negócio desse? E ainda culpam o poder público, a única culpa que os órgãos públicos têm é por não fiscalizar e permitir que andem desse jeito. Fiscalização já.

Deixe um comentário