Mesmo depois de mais de 40 dias parados estudantes do IFMA mostram apoio à grevistas

Alunos apoiam grevistas IFMA

Já são mais de 40 dias de greve dos servidores do Instituto Federal do Maranhão, Campus Codó, e de acordo com os professores que participaram de uma manifestação pública na semana passada, a situação não é nada boa, pois o governo federal se nega a conversar.

E enquanto reivindicações de reajuste salarial e melhorias de condições de trabalho não forem atendidas a greve continua.

Valdecir puxa o protesto

“O principal é que até o momento o Ministério do Planejamento não recebeu o sindicato, não apresentou nenhuma proposta para o sindicato. Tem a questão da reposição salarial, 14% que estamos reivindicando, e também atenção aos recursos para o funcionamento da rede federal, o governo federal está expandido instituições, mas está cortando recursos”, reclamou o professor, Graciliano Paiva Oliveira, ao blogdoacelio

PARADOS, MAS APOIANDO

Mais de mil alunos de ensino médio e superior da instituição estão sem aulas, desde que a paralisação começou. Mas foram, justamente eles que organizaram a caminhada com faixas e falas de protesto contra o ato do governo de ignorar a pauta dos grevistas por todo este tempo.

Os alunos, apesar de prejudicados , estão apoiando, principalmente, os professores.

IFMA Codó em greve

“Na verdade a gente apoia o que eles procuram porque se nós não tivermos uma educação de qualidade, partindo dos professores a gente não pode ter um fututo de qualidade, então a gente está dando este apoio aos professores para que a gente possa conseguir melhorias na educação tanto no salário deles, que é uma reivindicação legal, quanto na sala de aula” disse o presidente do grêmio estudantil do IFMA, Robherson Wector Sousa Costa

Os estudantes foram para as ruas com o mesmo ideal, como se percebe na fala de Valdecir.

“é isso mesmo nós estamos apoiando a greve e contra o Governo Federal que não dá a mínima para a educação, nós não vamos nos comportar enquanto o governo não estabelecer as relações e as condições necessárias para que o governo possa, de fato, oferecer condições necessárias para o bom andamento das condições pedagógicas”, destacou o estudante Valdecir Calixto da Silva Filho, que comandou os discursos durante a passeata na Avenida Augusto Teixeira.

GREVISTAS GOSTARAM

Professores apoiados

Os grevistas gostaram da iniciativa e se fortaleceram com apoio. Vão continuar firmes. Para o professor Raimundo Nonato Moraes Costa, entrevistado pelo blogdoacelio o apoio representa o nível de amadurecimento crítico-político dos estudantes.

Depois da manifestação os alunos esperam serem retribuídos com a reposição de todas as aulas perdidas apesar de não saberem quando isso deve, efetivamente, começar.

4 comentários sobre “Mesmo depois de mais de 40 dias parados estudantes do IFMA mostram apoio à grevistas”

  1. os alunos que estavam apoiando essa greve podia se contar com os dedos, a maioria esmagadora dos alunos do IFMA são contra esse ato irresponsável que já passou dos limites

  2. Esse foi o único jeito que nós, alunos, pudessemos falar, ter voz. Queríamos passar uma imagem para o governo e para todos que estamos sendo muito prejudicados pela essa faltaa de acordo do governo. Teríamos qe nos mexer para ver se as negociações andam mais rápido.

    aaah e não somos INGÊNUOS ! estamos buscando nossos direitos de estudantes.

Deixe um comentário