MIGRAÇÃO: Timbirenses continuam viajando para São Paulo em busca de emprego

Na rodoviária de Timbiras, confirmadamente, o destino mais requisitado‚ o interior de São Paulo. Cada ônibus faz quatro viagens por mês para regiões onde o trabalho ofertado não exige grau de escolaridade ou cursos preparatórios, apenas muita força para trabalhar.

Timbiras é uma das maiores exportadoras de mão de obra para o corte de cana-de-açúcar em cidades paulistas. De acordo com órgãos que monitoram esta migração, como a Comissão Pastoral da Terra, todo ano pelo menos quatro mil timbirenses saem em busca de serviço (VEJA reportagem da TV Mirante).

PROVAÇÃO E SAUDADE

A provação começa já na viagem. Dentro dos ônibus rostos jovens, como o de Rafael que viaja desde que completou 18 anos de idade. Hoje, aos 25, vem e volta com muita frequência para onde tem como ganhar dinheiro.

Eles destacam que o trabalho por lá é duro e cansativo, porém, mais duro ainda é a saudade da família. Cada ônibus que parte leva dezenas de homens que deixam a mãe, irmãs, as esposas. E quem fica também precisa lidar com a saudade. Com o neto no colo dona De Lourdes vai estar entre estas por longos meses.

De ônibus, uma viagem de Timbiras a São Paulo dura três dias.

Deixe um comentário