MORRENDO: O drama da falta de UTI em Codó nos governos de Ricardo, Biné e Zito

“Muitos dizem que a saúde está na UTI, mas eu discordo, a saúde de Codó já não existe”. A frase que inicia esta matéria do blogdoacelio foi dita pelo ex-prefeito de 2 mandatos, Biné Figueiredo, em entrevista à Jeroan Almada na semana passada.

Ricardo Archer

Ela fez o blog refletir sobre a situação da tão sonhada Unidade de Terapia Intensiva de Codó que virou trampolim político desde o governo de Ricardo Archer. Foi este que, primeiro, comprou alguns equipamentos e estabeleceu uma sala no Hospital Geral Municipal alardeando aos quatro cantos que seria esta destinada ao funcionamento da UTI.

Isso ocorreu no apagar das luzes de seu segundo mandato, o certo é que Ricardo saiu e a UTI, semi-intensiva, diga-se de passagem, não funcionou.

BINÉ, SÓ CONVERSA

Voltou Biné, este passou mais quatro anos dizendo que não dava pra colocar em funcionamento. O povo continuou sendo enviado dentro de ambulâncias para cidades vizinhas ou até para outros Estados, como o Piauí, para não morrer por falta de Tratamento de tal natureza. É óbvio que alguns não tiveram tanta sorte, não resistindo a viagem como até hoje acontece.

Biné Figueiredo

Ocorre que na semana passada Biné me aparece com uma história que mais parece roteiro de filme americano, bem montado, dizendo que deixou tudo pronto para a tal UTI funcionar. Acredite senhores (as) leitores, incluindo remédio, equipamentos e até dinheiro garantido junto ao Governo do Estado. Leia o que ele disse:

“A UTI nós deixamos todos os equipamentos embalados, todos. Reformamos o prédio onde ia funcionar a UTI, deixamos tudo pronto e deixamos mais um convênio com o Estado do Maranhão conseguido por mim e pelo deputado Camilo de R$ 300.000,00 mensal para custear as despesas da UTI e até hoje eu me pergunto, pergunto a mim mesmo, por que a UTI de Codó não está funcionando? Nós deixamos equipamentos, nós deixamos equipamentos comprados pra UTI e deixamos mais uma verba de R$ 300.000,00, não dá pra entender”, questionou o ex-prefeito.

Dá pra acreditar? Certamente, alguém que perdeu todos os neurônios ou se ver cego pelo amor platônico dedicado há décadas aos Figueiredo, talvez engula a história do ex-prefeito. Porém, mesmo entre os que acreditam, fica a pergunta – tinha tudo isso e não funcionou por quê , Biné?

ZITO, NEM CONVERSA

Zito Rolim

O governo de Zito Rolim, apesar das alegações de Biné, manteve-se calado sobre o assunto. Na última entrevista concedida à TV Codó onde falou-se um pouco sobre quase tudo, o atual prefeito preferiu comparar o número de mortes de bebês entre as duas administrações.

Faz o estilo ‘melhor não jogar aquilo no ventilador”. O assunto da UTI nunca entrou na pauta de discussão do governo, nem mesmo para dizer se as afirmações do ex-prefeito teem alguma procedência. Ressalte-se aqui que Rolim ainda tem 1 ano para fazer diferente de Ricardo e Biné. Mas será que ele vai fazer?

POVO MORRENDO

Até então os codoenses teem se deparado com um azar danado, todo prefeito diz que fez algo pela UTI e ninguém a ver funcionando. Enquanto isso, quem precisa desse tratamento especializado arrisca a vida por horas dentro das ambulâncias do Samu ( e que bom que elas existem) e ainda tem que contar com a sorte de achar vaga nos municípios para onde são encaminhados, como é o caso de Presidente Dutra, no momento.

Nós que, com a graça de Deus, nunca precisamos de um leito de UTI temos apenas uma ligeira noção de tal necessidade, mas se você conversar com alguém que já tenha passado por um momento de saúde deste ou com um familiar que nutre hoje apenas saudades daquele que morreu por falta dela, saberá, exatamente, da importância do que o blogdoacelio está falando neste artigo.

Eis aqui um ótimo pedido para 2012, UTI funcionando.

Deixe um comentário