NOVO DECRETO: Somando 68 mortos por Covid-19, 7 deles só agora em junho, prefeito Zé Francisco afrouxa restrições contra o Coronavírus

O governo municipal divulgou às 19h48min desta quinta-feira o mais novo decreto sobre controle da pandemia em Codó, em substituição ao que terminou neste dia 10 de junho. O de número 4.307 vai durar de 11 a 17 de junho.

SUSPENSÃO DE EVENTOS E REUNIÕES

Continua suspenso a autorização de realização de reuniões e eventos incluindo festas, shows, jantares festivos, confraternizações, atividades e eventos esportivos, científicos e afins, sessões de cinema, teatro e até evento de lançamento de produtos.

FUNCIONAMENTO DE CULTOS, MISSAS, CERIMÔNIAS/ATIVIDADES RELIGIOSAS COLETIVAS

De 11 a 17 de junho, a Prefeitura aumentou de 30% para 50% a ocupação dos templos ou congêneres.

FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES COMERCIAIS E DE SERVIÇOS

As atividades comerciais NÃO ESSENCIAIS deverão iniciar seu funcionamento às 8h da manhã e encerrar às 18h, de segunda a sexta-feira. No sábado, das 8h às 14h.

Atividades essenciais,  como farmácias e supermercados, não se sujeitam à estas restrições de horário, mas supermercados, mercearias, quitandas devem controlar a entrada deixando entrar apenas duas pessoas da mesma família e limitar a 50% o número de carrinhos disponíveis.

SETORES RELATIVOS AO ENTRETENIMENTO, CULTURA E ARTE

Bares, restaurantes, trailers, lanchonetes, lojas de conveniência devem obedecer os seguintes horários:

De segunda a sábado, das 11h às 23h30min (aumentou meia hora à noite, em relação ao decreto anterior), sendo permitido o funcionamento com apenas 50% da capacidade do ambiente, dois metros de distância entre as mesas para 4 pessoas cada.

O uso de som ambiente continua proibido, assim como som automotivo, voz e violão ou som de grupos ou bandas, até 17 de junho.

AOS DOMINGOS continua proibido o atendimento nestes locais de maneira presencial, só delivery ou drive-thru das 11h da manhã às 22h.

AS PADARIAS e cafés ganharam horário de funcionamento das 5h às 20h de domingo a domingo, limite de 50% de suas capacidades de público.

ATIVIDADES FÍSICAS

As academias voltaram a poder funcionar com 50% de suas capacidades, no anterior era só 30%. A mesma coisa para clínicas de estética, cuidados com a beleza, pele, manicure, pedicure, cabeleireira e barbeiros, depilação.

AULAS PRESENCIAIS

O novo decreto em seu artigo nono diz que a partir desta sexta-feira, 11 de junho, fica autorizado o retorno das aulas presenciais nas escolas de ensino superior, médio, fundamental e infantil dentro de Codó, a retomada deve se dar por meio do chamado sistema híbrido (metade presencial/metade on-line).

CONTINUA SUSPENSO ATENDIMENTO PRESENCIAL NA PREFEITURA

Na contramão das demais liberações (ainda que percentuais), o novo decreto manteve, no art. 11, a suspensão do atendimento presencial nos órgãos e entidades vinculadas ao Poder Executivo (Prefeitura/Saae), ressalvados casos de urgência.

CONTRARIANDO OS NÚMEROS

O governo do médico Zé Francisco divulgou nesta quinta-feira, 10, após pressão do setor de bares por afrouxamento das rédias,  dados da COVID-19 em seu governo. A ideia era sensibilizar os revoltosos, mas nem mesmo o governo foi sensibilizado.

Segundo o documento da Secretaria de Saúde, o governo Cidade de Todos já soma 68 mortos por COVID-19 DE JANEIRO A JUNHO DE 2021, 7 deles só entre 1º e 9 de junho.

De acordo com o mesmo documento, só na administração de Zé Francisco, de janeiro a maio, 1.753 casos de Coronavírus foram confirmados, 852 deles só em maio.

Ainda assim, o decreto vem pra relaxar as restrições.

Medo ou incompetência?

Quanto isso custará em vidas?

10 comentários sobre “NOVO DECRETO: Somando 68 mortos por Covid-19, 7 deles só agora em junho, prefeito Zé Francisco afrouxa restrições contra o Coronavírus”

  1. Meu amigo Acélio, o prefeito de Codó perdeu o controle da situação. Além de aumentar o tempo de funcionamento de alguns estabelecimentos, os maiores contemplados foram os donos de bares que dizem precisar trabalhar, mas não querem entender que é melhor reduzir a venda, do que reduzir a população. Jovens estão morrendo, mas ainda não estão preocupados com a pandemia (parte considerável), daí a necessidade de medidas enérgicas. Você vai ver, o prefeito vai ficar afrouxando e apertando, eu estou é afirmando. Você vai ver que no próximo decreto ele vai apertar de novo. O número de óbitos não assustam o prefeito. Outra coisa, quando será que ele vai proibir o filho dele de sair fazendo aglomerações na Zona Rural? Porque o decreto é claro, ESTÃO PROIBIDAS AS REUNIÕES, CONFRATERNIZAÇÕES ETC. Zé Francisco perdeu o controle!

    1. Vdd. Homem sem competencia nenha para gerir uma cidade. Ainda se intitula como médico.
      Parece q estar achando q estamos num parque de diversoes em uma montanha russa como esse sobe e desce de decreto q ñ estao ajudando em nd.

  2. Tem que abri mesmo as escolas, igual as particulares. Nossas crianças estão com um prejuízo altíssimo e irreversível com relação ao ensino aprendizado.

  3. Mande o sei filho pra escola ‘ o meu não vai. Você quer comparar escola privada . com a bagunça que são as escolas públicas. ( veja a estrutura do colégio Batista e vá vá escola Municipal Estêvão Ângelo)

Deixe uma resposta