Fale com Acélio

A possibilidade do prefeito, Zito Rolim, filiar-se ao Partido dos Trabalhadores em Codó foi descartada, às 13h45min de hoje, no programa Boca no Trombone, por um dos principais nomes da sigla no município, Raimundinho do PT.

Ele afirmou que nada tem contra a pessoa do prefeito ou de nomes como o do médico José Francisco, também propenso ao petismo codoense, é que o PT na cidade está tão desestruturado que, simplesmente, não existe.

“Não existe porque tem que fazer uma comissão, eleger os membros do diretório aqui no município”, disse

Raimundinho demonstrou preocupação com a proximidade das eleições e afirmou que deseja que o diretório estadual do PT venha até Codó para organizar o municipal e colocá-lo para funcionar.

Da forma que está, nem candidato o PT poderá lançar ano que vem.

Prof. Rafael

A Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania está se mobilizando para conseguir o maior número de agricultores participando do grande protesto das comunidades da zona rural, marcado para o dia 15 de abril, um dia antes do aniversário de Codó.

Segundo anunciou o professor, Rafael de Araújo, no programa Cidade em Alerta, ontem, 27, foi dia de reunião com moradores do Condurú, Quatrocentos e Paiol de Barro no período da manhã.

À tarde a conversa foi na Cordiléia. Também participariam da reunião os moradores de Canta Galo, Pindoval e Mitério. O assunto foi um só – o protesto.

“A gente percebe hoje que a cidade está se tornando mais democrática. A Rede da Cidadania está andando, as pessoas estão reivindicando e que as conquistas estão sendo garantidas”, disse Rafael

O texto abaixo foi enviado ao blog do Acélio e assinado pelo professor Clemilson Alves Viana. Revela as últimas atitudes dos professores de Peritoró na luta por um abono de 2010. Uma das novidades é a possibilidade da insturauração de uma CPI do Fundeb, caso a categoria não seja atendida.

Abaixo o texto na íntegra:

Pague o abono!!! Ou pague o preço e o abono!!!

Professores unidos, jamais serão vencidos!

Prof. Clemilson Viana

Depois de provarmos que o recurso do FUNDEB enviado ao município de Peritoró-MA referente a 2010 foi de R$ 12.060.126,00(doze milhões sessenta mil e cento e vinte e seis reais), travamos uma luta com o governo para provar que houve sobra dos 60% do Fundeb e que é possível pagar um abono superior a R$ 3.000,00(três mil reais) por matricula aos professores do município.

Ações recentes da categoria

Depois da assembléia que realizamos em 10/02/2011, onde foi convidado o Prefeito, o Vice-Prefeito, o Sec. de Educação, o Presidente da Câmara e os demais vereadores do município, o representante do SINPROESEMMA e alguns membros do conselho do fundeb, onde o repórter da Mirante Acélio Trindade fez toda a cobertura do evento. Das autoridades convidadas se fizeram presente somente os vereadores Constantino, Sales, Naldo Lisboa e Macaúba, o Sec. de Educação, um representante do SINPROESEMMA, e dois membros do conselho do Fundeb. O Sec. de Educação falou de forma aborrecida: “quem não quiser a antecipação do salário e décimo terceiro, que deixe o dinheiro em suas contas e saque no final do mês ou quando bem entender, acrescentou, não vamos pagar abono, quem se sentir lesado que procure a justiça, só vim aqui dá esse recado do Prefeito”.

Logo no dia seguinte 11/02/2011, fomos à seção na Câmara de Vereadores e solicitamos espaço na tribuna para fazer saber aos demais vereadores a luta dos professores para receber o abono. Em 15/02/2011 fizemos audiência com Presidente da Câmara e o Articulador Político do Prefeito, com o objetivo de que eles intermediassem uma negociação com o Prefeito. Sem nenhuma resposta, em 18/02/2011(sexta feira) procuramos o vereador Constantino e o membro do Conselho do Fundeb Irmão Bentinho para irmos ao Ministério Público e ao Banco do Brasil, solicitar um extrato bancário de toda movimentação financeira do recurso do fundeb destinado ao município de Peritoró-MA referente ao ano de 2010. Solicitar Cópia do suposto relatório de transparência da aplicação dos 60% do recurso do fundeb, protocolado na promotoria pelo Sec. de Educação.

Um dia após as iniciativas da categoria citadas acima, em 20/02/2011(domingo), o governo logo sinalizou e anunciou pagar um abono no valor de R$1.272,00(Um mil duzentos e setenta e dois reais). Na segunda feria 21/02/2011, fizemos outra reunião com o Presidente da Câmara para novamente solicitar que ele intermediasse um encontro com o Prefeito e nossa comissão de professores, nessa reunião pedimos ao presidente que já levasse antecipadamente nossa mensagem ao Prefeito, a categoria não vai aceitar esse abono cala-boca, nosso abono é superior a R$ 3.000,00(três mil reais) e não vamos abrir mão dele. Novamente fomos à luta, na quarta feira 23/02/2011, retornamos ao Ministério Publico e ao Banco do Brasil e na sexta feira 25/02/2011, fomos à seção na Câmara de Vereadores, local onde tivemos uma grande discussão sobre a sobra do fundeb-2010. Mais uma vez os vereadores Constantino e Naldo Lisboa, bravamente defenderam e se colocaram a disposição dos professores, os vereadores da base aliada também manifestaram apoio à categoria e disseram ser a favor que o governo pague o abono dos professores.

Vereadores da oposição

Após o encerramento da seção, fizemos uma reunião com Ilmo. Vereador Enrique, líder do governo na Câmara de Municipal, participaram da reunião mais de 15 professores. Enfaticamente deixamos claro ao líder do governo, que nós vamos lutar até a última instância mais vamos receber o nosso abono. Ainda esclarecemos que estamos trabalhando intensamente na formulação da denúncia dependendo apenas de poucas informações para concluir todo o processo no máximo até 05/03/2011. Falamos ainda que o governo poderá evitar a CPI, uma vez que, se a CPI for instaurada, vamos investigar não somente os 60% do fundeb mais todo o recurso, que isso deve desgastar ainda mais o governo tendo em vista que parte dos 40% do fundeb seja investido em construção de escolas e o prefeito não levantou um tijolo se quer em construção de sala de aulas. Sem falar nos atrasos dos salários dos professores e demais servidores contratados, como também nos atrasos de aluguéis de veículos e prédios locados para prefeitura, todos esses atrasos ainda de 2010.

O líder do governo Vereador Henrique, depois de nos ouvir pacientemente, disse que o prefeito vai pagar o abono, mais que, o dinheiro do mês de fevereiro de 2011 não dá para pagar o abono todo. Ele vai depositar no inicio de março-2011 R$1.272,00 nas contas dos professores e quer negociar o restante para pagar até o meio do ano-2011. Nós dissemos ser interessante a proposta do prefeito e acreditamos que a categoria vai aceitar, porém toda a negociação deve ser feita com o aval da categoria, documentado e assinado por ambas às partes.

Se todo conselho fosse bom seria vendido.

O Prefeito demonstrou-se cauteloso e prudente, quando agora sinaliza pagar o abono aos professores, rejeitando assim à idéia do Sec. de Educação de passar a perna na categoria.

Sindicato que não atua…

O coordenador do SINPROESEMMA profº Daniel, gastou 15 minutos na tribuna da Câmara nessa ultima sexta feira, para contestar a assembléia feita pela categoria no dia 10/02/2011, que vergonha para um Líder Sindical, criticar um movimento democrático, livre e popular, principalmente quando ele não cumpriu o seu papel e tivemos que fazer o trabalho que era de competência dele. Já sei por que ele calou em todos os momentos, como poderia cobrar a prestação de contas do fundeb ao prefeito, se ele está com dois anos à frente do Sindicato e administrou mais de cinqüenta mil reais e nunca prestou conta do dinheiro.

Rainha e Rei Momo Corno

Foi num clima de total descontração e alegria que, pelo quarto ano, um grupo de cornofólicos da raiz saiu fazendo o percurso do bloco do Povão na noite de ontem, 26.

A finalidade foi abrir, oficialmente, a temporada de rua 2011 do Cornofolia.

Pilotando a Furreca

Ela, a furreca, não poderia ficar de fora, do contrário não seria Cornofolia. E no comando, o criador do mais querido, Acy Brandão. Sob o flash, o sorriso característico ao ver a ‘brincadeira”, como gosta de chamar, acontecendo.

F3 -Dr. Junior e uma big amiga

F3 -Personalidades da cidade, a exemplo do empresário e advogado, Junior Oliveira, marcaram presença na festa do rei momo cornofólico.

Dr. Junior não se vestiu a caráter no lançamento a fantasia, mas deixou-se fotografar pelas câmeras do blog do acélio ao lado de um(a) extravagante amigo(a) do peito.

O click ficou show de bola, agradecemos.

F4 - Irmãs metralha

F4 – As ruas foram invadidas por personagens conhecidas dos brasileiros. Aqui registramos as irmãs metralha. Turbinadas e criminosamente gentis.

F5 - Encontro poderoso

F5 – Sem qualquer Cryptonita por perto o Super Man voou a vontade na cornofolia de momo.

Ao lado, o fantástico sorriso do promoter Totonho Araújo, agora polêmico companheiro de blog, contagiando e denunciando a alegria que reinou no desfile.

F6 - Dudú e Lulu

F6 – O radialista Eduardo Muniz e a empresária Lucélia Araújo também festejaram a abertura do bloco do povão à fantasia e no clima do carnaval 2011.

Hoje às 20h, ocorre a primeira saída do Cornofolia em seu percurso tradicional, desta vez acompanhado de sua multidão. Vale a pena conferir.

HUMOR COM QUALIDADE

Os folgados

A dupla Tico e Teco, formada pelos humoristas Gerlan e Stênio, se conheceram ainda na maternidade quando vossas honrosas mamães foram colocá-los, definitivamente, no mundo. Fizeram o bem estas duas senhoras que recebem os parabéns do Jornal da Imprensa.

Explico – a dupla tem veia artística, cria quadros hilários e é folgada no ar dando, à uma área até então pouco explorada na televisão codoense, cara de TV do eixo Rio/São Paulo, onde estes talentos aparecem com maior proporção.

No registro ao lado, Stênio aparece preparando o colega Gerlan para gravar um quadro sobre umbanda. A dupla é perfeita e merece os registros do JI desta semana.

MIRANTE NO CARNAVAL

Pedrinho Filho

A Rádio Mirante AM saiu na frente e colocou todo mundo no bolso na criação de um programa para falar do carnaval 2011. É a única até agora.

Edinaldo Silva, Pedrinho Filho, Adalberto Miranda e sua trupe já estão no ritmo da folia, inclusive com unidade móvel e tudo num programa matinal que encerra-se às 11h da manhã, antes do Jornal da Mirante com o lendário Geraldo Sanches e Marizan Sousa.

A equipe, experiente que é, certamente repetirá o show de suas transmissões carnavalescas.

WAL MORAES É DESTAQUE NO FOLHA POPULAR

Wal Moraes

O cantor e compositor, Walney Filho, agora nosso artista Wal Moraes foi matéria de destaque no Jornal Folha Popular de Jonas Filho, Rafael Fernandes e Sérgio Jr.

Os cariocas abriram uma folha especial para dá ênfase ao talento de Wal Moraes, cuja música tem surpreendido à todos que tiveram acesso em Codó, e no mundo, por meio do link disponibilizado no www.codonoticias.com.br (do nosso maestro Jéferson Abreu).

Ouvir o reggae de Moraes é sentir um gostinho do belo vocal da Tribo de Jah, comandada pelo também radialista Fauzi Beydoun. Registro aqui os sinceros votos de Sucesso do amigo Acélio Trindade e do JI à mais um talento de Codó (título da matéria do FP).

ELDORADO PARA O MUNDO

Ayala na Corrida Cybernética

A rádio Eldorado AM já pode ser ouvida pelos codoenses e por quem interessar em qualquer lugar do mundo.

A emissora acaba de entrar, definitivamente, para a era das comunicações abrindo um site e disponibilizando seu som para todo o planeta. A programação da “Dodó – a Pioneira” já pode ser ouvida por meio do www.eldoradoam.com.br.

A iniciativa da direção foi louvável. Avançar é sempre muito bom.

CLÉA ARAÚJO – A REVELAÇÃO

Cléa Araújo

Cléa Araújo vai para seu terceiro mês na telinha do SBT, pelo FC Notícias de Maiza Watusi e companhia. A repórter sempre sonhou em ser enfermeira, até que em um belo dia foi convidada para passar por um treinamento na área de comunicação.

Detalhe, neste treinamento, presenciado por este que vos escreve (é velho isso, hein! Vos escreve, afff!!!), Cléa pediu para ser recepcionista. Decepcionada por não ter sido atendida virou funcionária pública municipal e anos luz depois encontrou Francisco Nagib no Renê Bayma que ofereceu-lhe a vaga de repórter, novamente.

Depois de experimentar o corre-corre do cotidiano vicioso das reportagens, das perguntas criadas na hora, das chamadas do diretor, do NÃO dos entrevistados e tudo mais que nos cerca – ela soltou o verbo e revelou ao JI ‘Me arrependi por não ter ficado naquela época”, lindo isso, não?.

Agora, com o vírus do repórter na veia, Cléa, já anunciou que trocará o curso de enfermagem pelo de jornalismo. Valeu Jassy, prossiga firme e boa sorte.

F1

F1 – Ao som da Kayambá, uma multidão subiu e despois desceu a Av. Augusto Teixeira. A banda caprichou no repertório e botou a juventude, principalmente, para dançar muita swingueira.

F2

F2 – Sua excelência, senhor prefeito Zito Rolim, se fez presente do começo ao fim acompanhado da esposa, a primeira-dama do município, Eliene Rolim, e da filha, a secretária de Trabalho Social, Cinthya Rolim, esta acompanhada do esposo.

F3

F3 – O nosso rei momo, Jordão, com seus mais de 150 quilos de pura energia, sua rainha Luciana, e mais duas princesas – uma inovação no carnaval deste ano. Todos foram escolhidos em concurso recente realizado pela Secretaria de Cultura e Igualdade Racial.

F4

F4 – Ainda próximo à antiga rodoviária os foliões curtiam e se prepararam para matar a saudade da subida mais famosa do leste maranhense.

Ir atrás, do lado ou, de preferência, na frente do trio elétrico já é tradição no carnaval codoense. E até quem vai experimentar pela primeira vez, como acontece com muitos turistas, acabam acostumando-se ao ritmo e, claro, voltando para relembrar.

F5

F5 – Do lado também vai. Na verdade, os dois lados da Avenida viram corredor da folia e, apesar da rápida passagem, dificilmente você vai encontrar alguém cansado nesta frenética brincadeira.

Sexta-feira, começa oficialmente, a festa e a parada será, como de costume, no Corredor da Folia.

Casa na Prainha

Em um dos bairros mais atingidos pela cheia do Itapecuru, o santo Antonio, a pouco mais de um ano ainda há casas destruídas pela água e gente que chora ao lembrar do que perdeu e do sofrimento que viu a família passar, como é o caso de Maria da Conceição Vieira que nos recebeu aos prantos, segundos depois de começarmos a falar sobre o assunto.

“Quando eu cheguei vi minha mãe fora de casa e a casa dela toda alagada”, lamentou-se

Dona Raimunda Sebastiana Vieira, aposentada da rua Copacabana, nos mostrou que a água da enchente chegou ao teto e levou muito do pouco que tinha. Como ninguém na área conseguiu casa nova com a ajuda do governo, ela pagou aluguel enquanto os filhos reconstruíam a morada.

a casa, meus filhos assim mesmo devagarinho foi que recuperaram, de taipa, aqui é só taipa, só barro, tijolo não tem porque não posso comprar”, reclamou

AJUDA POPULAR

Mãe e Filha na Copacabana

Quem não conseguiu levantar as paredes nem usando barro e cipó ainda vive em casa de parentes ou pagando aluguel. O governo municipal já se defendeu afirmando que o dinheiro que seria usado para a construção ou reforma das casas, vindo do governo do Estado, não chegou até o município.

Para ajudar estas pessoas a Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania diz estar lutando para levar à Câmara Municipal um projeto de lei de iniciativa popular.

O projeto quer garantir que pessoas prejudicadas pela enchente de 2009 tenham uma cota entre as 1.000 casas que estão sendo construídas, pelo projeto Minha Casa, Minha Vida, com recursos do governo federal. Exatamente 50% delas, pelo projeto, devem ser destinadas aos desabrigados daquele ano.

Para conseguir fazê-lo ser votado pelos vereadores a Rede de Defesa precisará de, no mínimo, 4 mil assinaturas. O professor Rafael de Araújo Silva, informou que assinaturas já estão sendo colhidas, com tal finalidade. Quem quiser ajudar pode pegar o bloco na sede do Sindsserm, rua da mangueira.

Para assinar o cidadão precisa colocar o número do título eleitoral.

NA TORCIDA

serralheiro mostra marca d'água

Seu Raimundo Francisco Bezerra da Silva, da área da Prainha, é um dos atingidos que estão torcendo para que o projeto ganhe força popular e seja transformado em lei. Assim ele acredita que deixará de sofrer, anualmente, o medo de perder a casa para rio cujo leito fica a menos de 40 metros de sua já reconstruída moradia.

“Todo ano a gente vive essa angústia aqui com medo do rio encher e tomar nossa casa de novo, se tivesse essas casas era bom demais”, disse o serralheiro

Um tanto quanto tardia, mas precisa a decisão da Desembargadora do TJ/MA, Anildes de Jesus Bernardes Chaves Cruz.

Atendendo à um AGRAVO DE INSTRUMENTO impetrado pela Prefeitura Municipal de Codó contra a Manufatureira Agrícola e Imobiliária Ltda. De Ricardo Archer, no caso muro do corredor da folia, a decisão publica hoje em 25 de fevereiro de 2011, manda suspender a obra em litígio.

RELEMBRE PARA ENTENDER

Para o leitor do blog do Acélio entender: A juíza Lúcia Helena Barros Heluy da Silva, 1ª Vara Comarca de Codó, embargou (mandou parar) a construção do muro, depois revogou sua própria liminar autorizando a continuidade da obra e ainda sentenciou a Prefeitura a conceder a licença à Ricardo Archer em 24h, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00.

Ricardo, de posse dessa decisão, não esperou, segundo o governo, a expedição da licença e mandou ‘ver’ na construção do muro que hoje vemos no Corredor.

Por conta disso, a Prefeitura de Codó ingressou novamente na Justiça alegando a falta de licença da obra e o levantamento do muro dentro de área que não pertence à Manufatureira – exatamente 3,20 metros que estariam prejudicando o passeio de pedestres que ficaram sem calçadas, dos dois lados.

Ricardo alegou que abusando de seu Poder, e por questões de cunho político até, a Prefeitura não expediu o alvará. Também defendeu-se dizendo que só subiu o muro porque a obra era urgente, uma vez que sua propriedade ficaria desguarnecida se assim não procedesse.

DECISÃO DE HOJE

A desembargadora, Anildes Cruz, se posicionou, nesta sexta-feira, 25, contrária aos argumentos da Manufatureira de Ricardo.

  • Disse que a agravada (manufatureira) não comprovou, em momento algum nos autos do processo, que pediu o alvará à Prefeitura. Como não fez o pedido, formalmente, não há como se configurar o abuso de poder alegado.

Portanto, ausente a comprovação da existência de pedido prévio (alvará), assim como inexistindo abuso de poder do agravante (Prefeitura), que agiu em conformidade às legislações aplicáveis à espécie, aqui se mostram presentes os requisitos autorizadores à concessão da liminar pleiteada”, escreveu a desembargadora

  • Anildes Cruz também ressaltou que sua decisão não trará nenhum prejuízo à Manufatureira porque a área em questão nunca foi murada (antes da briga na Justiça, lógico), derrubando outra defesa de Archer que alegou ser urgente o levantamento do muro.

Ressalto, outrossim, que tal medida não trará prejuízos à agravada, na medida em que a área discutida jamais foi murada, tendo sido utilizada até recentemente, como área pública para a realização de festejos populares (Corredor da Folia) afastando-se a necessidade de urgência da obra, afim de que fosse justificável o início dos serviços sem o alvará concedido pelo agravante”, sentenciou

MULTA PARA RICARDO

Agora se Ricardo tocar no muro para fazer um reboco, por exemplo, pagará multa diária de R$ 500,00, pois, segundo escrevemos no início deste texto, a desembargadora reformou a decisão de Lúcia Helena e suspendeu a obra em litígio.

PROBLEMAS

A decisão não trata disso, daí as dúvidas. Ricardo terá que derrubar o muro no meio do corredor, uma vez que construiu 3 metros e 20 centímetros fora de sua propriedade, prejudicando o passeio dos codoenses?

Ou para acatar a decisão, enquanto recorre no prazo legal (contrarrazões) basta ficar quietinho sem tocar um dedo no famoso objeto da briga judicial (muro)?

Pode ainda surgir uma terceira pergunta – será que, em pleno carnaval, terá nosso ex-prefeito a coragem de mandar derrubar a infeliz construção e acabar de vez com esta marca profunda e negativa sobre sua carreira política?

Vamos aguardar.

Muro atrapalha carnaval

O comandante da PM, Major Jairo Xavier da Rocha, apresentou à Prefeitura de Codó, um projeto para proteger o muro construído por Ricardo Archer no meio do Corredor da Folia onde será realizado o carnaval da cidade.

A preocupação do comandante é com a transformação dos tijolos em verdadeiras armas caso o muro venha a ser derrubado no ato da folia.

“Isso ocorrendo não há polícia que dê jeito, que controle. Tijolos poderão ser arremessados para o meio da multidão e um tijolo daquele é capaz de matar dependendo a força do impacto contra uma pessoa”, preocupa-se o major

ARTIFÍCIO INTELIGENTE

Ele sugeriu que tapumes fossem utilizados pela Prefeitura formando uma espécie de camada exterior da criação de Ricardo. O artifício deixaria até o ambiente mais agradável já que estes poderiam ser pintados.

A sugestão do major mantém os foliões distantes do muro e também deixa a polícia apta a identificar se a derrubada, caso ocorra, partiu, astutamente, de dentro para fora.

BARRACAS

O blog do Acélio ouviu também sobre o assunto o prefeito Zito Rolim. O gestor é da ideia de que é possível resolver o problema colocando barracas no entorno do muro. Prefeito e comando da PM ainda chegarão à um consenso.

guardas municipais

Em solenidade realizada no final da manhã desta sexta-feira, 25, o prefeito Zito Rolim, deu posse, com subsequente nomeação, à 21 guardas municipais, recém-aprovados em concurso público.

“E hoje nós estamos nomeando todos esses que foram aprovados no concurso e fizeram o curso de formação para que, daqui pra frente, eles estejam preparados para trabalhar em prol da defesa do patrimônio público do nosso município”, disse Rolim

Eles vão começar atuando no carnaval e, logo após, continuarão nas ruas protegendo o patrimônio público da cidade. A guarda, agora oficial, terá três inspetores e será coordenada com o auxílio e experiência da Polícia Militar.

Major Xavier e Zito

A intenção, segundo Carliana Vilanova, inspetora, o patrulhamento será ostensivo.

“A princípio serão três guarnições, duas com sete e uma com seis. A gente vai trabalhar com escala pra todos os dias ter gente nas ruas, guarda nas ruas, inclusive a gente vai atuar em parceria com a Polícia Militar”, garantiu Vilanova

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias