Fale com Acélio

 “Cidadania é dignificar a vida na sua conquista diária” Prof. Carlos Gomes.

Piauiense, do antigo povoado Lagoa Alegre, atualmente elevado à categoria de Cidade. Nasceu, em 27 de agosto de 1926, filho de Francisco Braga da Paz e Maria Alves da Paz. Sempre exerceu a profissão de comerciante.

Vindo para o Maranhão, estabeleceu-se na localidade Morro Branco, município de Timbiras, com os negócios de compra e venda de mercadorias em geral. Posteriormente, adquiriu a propriedade denominada Santa Rita, na Região da grande Trizidela-Codó, para onde se transferiu comercialmente, no entanto, residindo na sede do município.

A sua propriedade, além de possuir terras apropriadas para o cultivo dos produtos básicos, o que tem contribuído para o desenvolvimento do município, por esse motivo, os administradores municipais, construíram uma escola, instalaram luz elétrica e têm proporcionado outros benefícios.

No tempo em que residiu no município de Timbiras, ingressou na política, elegendo-se vereador, na gestão do prefeito Catulo Alvim. No ano de 1962, residindo em Codó, continuou na política. Foi eleito vereador em 15 de outubro de 1966, com 326 votos, pela legenda da antiga Aliança Renovadora Nacional (ARENA), sendo seus pares na legislatura que se estendeu de 31 de janeiro de 1963 a 31 de janeiro de 1970, os seguintes: Antonio Joaquim Araújo, Luís Carlos Martins, Júlio César Duailibe Salem, José Domingues Araújo, Talmir Quinzeiro, Francisco Bertoldo Freitas, Jacinto Pereira Sousa e Carmem Palácio Lago.

Concorreu às eleições de 1975, como candidato a Vice-Prefeito na chapa encabeçada por Artur da Veiga Cruz, vencendo o candidato a prefeito José Anselmo dos Reis Freitas.

Casou-se com Maria do Socorro Araújo Paz, de cujo enlace matrimonial nasceram 11 filhos: Francisco da Chagas Araújo Paz, Aureliano Braga da Paz Filho, Maria Braga Araújo da Paz, Darlan Araújo da Paz, Maria do Socorro Araújo Paz Filha, Sandra Maria Araújo da Paz, Emanuel Araújo da Paz, José Orlando Araújo da Paz, Tânia Araújo da Paz, Demétrio Araújo da Paz e Vanda Maria Araújo da Paz. Avô de 23 netos e bisavô de mais de 12 bisnetos.

Aureliano como era chamado, integrou-se inteiramente à comunidade codoense, os seus filhos, se não todos, mas boa parte, nasceu em Codó. Desde que passou a residir neste município, participou ativamente da vida comercial, política e social desta terra que o acolheu fraternalmente.

Foi Maçom, membro da Loja Maçônica “Deus e Caridade” n° 2. Cidadão codoense conforme Lei n° 1030, de 15/04/91.

Homem simples, trabalhador, pai de família exemplar.Faleceu no dia 28 de novembro de 2007, deixando uma saudade imorredoura no seio familiar e perante os amigos.

Texto colhido do livro Codoenses e não Codoenses (Sínteses Biográficas), inédito. Autores Carlos Gomes da Silva e João Batista Machado.                                                                              .

Codó-MA, 04 de março de 2013.

Prof. Carlos Gomes.

Um comentário sobre “PÁGINAS DE CODÓ V – Aureliano Braga da Paz”

  1. Meus agradecimentos ao Professor Carlos Gomes pelo carinho de ter escrito um pouco da história do meu pai e ao jornalista e repórter da TV Mirante Acélio Trindade pela divulgação em seu blog.
    Quero deixar aqui o meu abraços carinhoso a vocês.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

QUINCAS BORBA – VESTIBULARES

Medicina Integrada – Pedro Augusto

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias