PERIGO: Van que transporta alunos ‘VIRA’ na zona rural de Codó

Um leitor do blog nos enviou na tarde de ontem, 8, vídeos e muitas fotos de uma acidente envolvendo uma Van que transporta alunos na zona rural de Codó.

Foto enviada por leitor do blog
Foto enviada por leitor do blog

O veículo, já bem utilizado, tombou, por razões ainda não esclarecidas, nas proximidades de  Centro dos Monteiros, povoado que fica na estrada de Cajazeiras,  segundo o informante.

Aparentando calma alunos da região observam veículo tombado
Aparentando calma alunos da região observam veículo tombado

“O carro muito pequeno e já estava com defeitos…e leva 22 crianças, excesso de peso também pois leva muitas crianças”, escreveu a pessoa que preferiu não ser identificada pois o acidente era pra ter sido mantido longe dos holofotes da imprensa

Não houve maior gravidade
Não houve maior gravidade

Tudo ocorreu por volta das 6h da manhã quando a Van começa a pegar alunos da região até a escola.

HOUVE FERIDOS?

Perguntei se houve feridos, pois as fotografias não mostram. Respondeu assim.

“A professora que ia dentro quebrou o braço (…) algumas crianças se machucaram, olhe as fotos e o vídeo que te enviei”, escreveu

Em um dos 4 vídeos  enviados à nossa redação alguém com voz de menina diz que por pouco o pior não aconteceu.

Pelo que diz, parece ter estado dentro da pequena van na hora do tombamento.

“Já pensou se tivesse sido quando vinha os meninos da coisa, se tivesse sido mais pra cá com a Francineide, o Vinícius, eu acho que tinha morrido, eu tinha morrido porque eu não ia aguentar não minha irmã, se demorasse mais uns 2 minutos, eu ia morrer sem ar, os meninos por cima de mim, eu querendo levantar, meu Deus, oh agonia Senhor!”

Liguei ontem mesmo, após receber as fotos, às 18h44min para o chefe do transporte escolar da Prefeitura, Rogério Cobel (Rogério Albuquerque). Alguém atendeu o telefone e disse que ele estava dirigindo na estrada do Roncador e não poderia falar naquele momento.
Vamos voltar a procurar as autoridades competentes do município de Codó para sabermos que providências foram tomadas, quais as causas reais do acidente, consequências e até que ponto estão cuidando da frota de veículos alugados pela Secretaria de Educação.

9 comentários sobre “PERIGO: Van que transporta alunos ‘VIRA’ na zona rural de Codó”

  1. prefeito que faz esse tipo de maquiagem tem que ser eh preso no salão da delegacia… um absurdo isso… humilhando e colocando transporte alugado em péssimas condições…… TRISTE ISSO!

  2. Me senti representado pelo autor do texto. Muito bom mesmo. Essa é a mais pura verdade sobre o caos sonoro em nosso município. O exemplo da cidade baiana é um bom modelo para Codó.

  3. O amigo Gracinaldo, que um grande conhecedor dos problemas das comunidades na região de Cajazeiras, maz uma fez apresentou a caótica situação das estradas da região, e fez um pedido em caráter de urgência para que a Secretária de Obras e Infraestrutura, realizasse a recuperação das duas estrada que liga Cajazeiras a sede do Município, como também das pontes que oferece risco de desabarem.

    “O edil iniciou falando sobre a Indicação de Nº 200/2015, na qual solicita a recuperação da estrada que liga Codó ao Distrito de Cajazeiras.

    “Estivemos na região há poucos dias, e sempre que vamos a comunidade, ou recebemos seus habitantes aqui em Codó, as cobranças são grandes a respeito das estradas que ligam a região. Tanto a que vai pela Fazenda Abelha, quanto a que vai pelo Canto do Coxo. As estradas e as pontes precisam de reparos urgentes”. Disse.”

  4. AS VERDADES SOBRE ZITO – O GRANDE
    ESTA REPORTAGEM, EXPLICA COMO SÃO PULVERIZADOS OS RECURSOS DO MUNICÍPIO. SÃO CONTRATOS E CONTRATOS MERECEDORES DE INVESTIGAÇÃO POR PARTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO.
    01) A EMPRESA CONSULPLAN – CONSULTORIA E PLANEJAMENTO LTDA, DA CIDADE DE BELEM-PA, COM O CNPJ , VEM, SISTEMATICAMENTE, DESDE OS ANOS DE 2012, 2013 E 2014, SEMPRE NO ÚLTIMO DIA DO MÊS DE DEZEMBRO, FIRMANDO CONTRATO DE ADITIVO COM A PREFEITURA NO VALOR DE R$ 1.122.130.17 POR CADA ANO. TAIS ADITIVOS FORAM ASSINADOS POR MÁRCIO ESMERO VIEIRA. O CONTRATO, COM UMA EMPRESA “”TOTALMENTE”” TINHA O OBJETIVO DE EFETUAR PROJETOS PARA O SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA. (esse é só o começo, diariamente, continuaremos informando).

    SE OS ADDITIVOS, ATINGIRAM MAIS DE TRÊS MIL E TRESENTOS MIL REAIS, IMAGINEM O VALOR INICIAL. “”JORROU ÁGUA?? NÃO, MAS, ENCHEU …

Deixe uma resposta