Polícia ainda não tem pistas de quem assassinou ex-prefeito de São José dos Basílios

Chico Riograndense

Dois delegados estiveram no lugar do crime, zona rural do município de São José dos Basílios, na manhã deste sábado, 7, e depois no hospital de Dom Pedro, onde morava o ex-prefeito e para onde foi levado o corpo de Francisco Ferreira Sousa, de 69 anos de idade, conhecido no mundo político da região como Chico Rio Grandense.

Ainda não há pistas dos dois homens que o executaram quando voltava de uma de suas fazendas, segundo informou a delegada Carla Simone Saraiva.

“Até agora nenhuma pista, tínhamos uma pessoa dentro do carro com seu Chico, mas esta pessoa tá com a Polícia Militar fazendo diligências no sentido de reconhecer os autores do homicídio…TEM CONDIÇÕES DE RECONHECIMENTO? É possível que assim, algumas informações dão conta de que esses elementos estavam com capacete, outras pessoas dizem que não, que eles estavam de rosto limpo, então há possibilidade de reconhecimento”, informou ao blog

MOTIVAÇÃO CRIMINOSA

Muita abalada a família não quis falar com a imprensa, nem tecer comentários sobre por que alguém teria mandado matar o ex-prefeito de São José dos Basílios, como acredita a polícia, executado com cinco tiros a queima-roupa, quatro deles na cabeça.

pelo que já apuramos dois motoqueiros fizeram a abordagem do carro onde seu Chico Riograndense estava, chegaram atirando, quando o primeiro projétil atingiu ele no ombro o carro saiu da estrada e eles continuaram a execução, pelo o que eu conversei com o médico que fez a perícia foram cinco projéteis de entrada, a maioria na cabeça, um no ombro e 4 na cabeça”, revelou a delegada

CONCORRERIA NOVAMENTE

Chico foi prefeito de São José dos Basílios, na região central do Maranhão, por dois mandatos consecutivos, de 2001 a 2008, conseguindo eleger seu sucessor, o atual prefeito João da Cruz. Segundo familiares, o ex-prefeito se preparava para concorrer este ano novamente.

Deixe um comentário