Polícia prende quadrilha que furtava depósito da Prefeitura de Codó

Zilmar Santana explica

Foram presos ontem, 14, os vigias da Cibrazem (depósito da Prefeitura), Anderson Barbosa de Sousa, de 21 anos, e Levy Pereira da Silva. Na mesma operação foi detido também Fábio da Silva Barbosa, o Fábio Pernambucano.

De acordo com informações do delegado, Zilmar Santana, a quadrilha (crime pelo qual foram indiciados) furtava computadores e até merenda escolar do governo municipal aproveitando-se da função de vigia, exercida por dois de seus integrantes.

No dia em que qualquer deles estava de plantão, as coisas sumiam. Na última sexta-feira, 11, o esquema, de alguma forma, furou. A PM conseguiu impedir o furto e acabou, dias depois, prendendo três integrantes da quadrilha.

“Houve a invasão em um dos depóstios da Prefeitura e ocorreu uma tentativa, o crime de Peculato tendo em vista que eles são funcionários e estava lá para guarnecer aqueles bens e estavam na verdade subtraindo. Já é um grupo organizado que já vinha fazendo isso de forma sistemática, há alguns meses, e que esse grupo de maneira organizada aproveitava o plantão do próprio autor do crime, no dia em que ele estava de serviço ele aproveitava para facilitar pra que outros indivíduos adentrassem o local e fizessem a subtração de vários pertences”, disse o delegado

COMPUTADORES POR R$ 200,00, QUER?

Furtados

Como a tentativa de sexta-feira, 11, fora frustrada pela Polícia Militar nada estava com eles, mas, após confissão do grupo, a polícia civil conseguiu recuperar alguns computadores que tinham sido furtados em ações criminosas no depósito da Prefeitura em noites anteriores.

De acordo com o delegado, eles vendiam computadores furtados até por R$ 200,00.

“Eles foram detidos e estão sendo autuados em flagrante por formação de quadrilha tendo em vista que eles praticaram diversos delitos desta natureza, já vinham cometendo esses crimes. Esses equipamentos que vocês fizeram as imagens são de outros crimes praticados em outras datas”, disse

Com informações do Xerife Sena Freitas

Deixe um comentário