Prefeito diz que não haverá greve, médicos revoltados dizem que a greve está mantida

Na noite desta terça-feira, após a repercussão do anúncio dos médicos de entrar em greve em Codó a partir desta quarta-feira, 21, porque o governo Cidade de Todos não diz quando vai pagar os meses de fevereiro e março, muito menos ainda abril que ainda está em andamento, o prefeito médico Dr. Zé Francisco postou em seu instagram a foto com um grupo de médicos aliados de sua administração.

Na legenda ele não diz quando vai pagar os meses atrasados, apenas diz que não haverá greve e que o anúncio foi apenas ‘Ave de mau agouro” da oposição.

“Na noite desta terça-feira (20), estive reunido com os médicos para tratar de assuntos relevantes a sociedade codoense. Assim reafirmando o meu compromisso para com todos. Mais uma vez a oposição tentou desqualificar a nossa gestão, mas estamos aqui firme e forte, lutando por dias melhores e valorizando esta classe que tanto se empenha para oferecer o melhor da nossa Saúde para todos. Não existe greve, não existe paralisação, tudo isto é ‘ave de mau agouro’ contra a gestão Cidade de Todos”

GREVISTAS NEGAM

Os médicos que estão apenas querendo receber seus salários atrasados contestaram a informação do prefeito. Disseram que estes que aparecem na foto e que foram ao gabinete de Dr. Zé Francisco agora à noite não representam aqueles que se sentem, verdadeiramente,  desrespeitados.

Afirmaram que a greve está mantida e, sinalizando sobre isso, todos os médicos do SAMU, por exemplo, já entregaram suas escalas, ou seja, não irão trabalhar.

“Reuniram com médicos que não representam o SAMU e a emergência do HGM, nem os PSF para dizer que está tudo resolvido. Na verdade a greve estará mantida. NO CASO DO SAMU, todos os médicos entregaram a escala, todos estão saindo do SAMU”, disse o médico

QUANDO PAGA?

Conversei com o prefeito por telefone agora à noite, ele repetiu o discurso postado na rede social e eu perguntei quando pretende pagar os médicos.

Respondeu, vagamente, sem qualquer outro detalhe,  que segunda-feira, dia 26 de abril fará o pagamento.

Perguntei o motivo de manter a empresa que intermedia este pagamento, o que vem lhe causando desgaste como este do anúncio de greve por parte dos médicos, sugerindo, como tenho feito nos vídeos, que o contrato seja finalizado e a Prefeitura pague diretamente aos profissionais ora prejudicados.

RESPONDEU que fará isso, sem dar datas, e emitiu a frase ‘cabeças vão rolar’ sem contextualizá-la com o momento ou explicar porque disse isso.

O QUE VAI OCORRER

A meu ver o governo vai tentar manter o mínimo de funcionamento a partir desta quarta-feira, 21, com seus médicos aliados, aqueles que aparecem na foto, no entanto se os grevistas mantiverem o movimento não há como a Secretaria de Saúde funcionar apenas com este pequeno número e logo a crise baterá à porta do prefeito médico e, principalmente, da população de Codó.

Lamentável.

 

12 comentários sobre “Prefeito diz que não haverá greve, médicos revoltados dizem que a greve está mantida”

  1. Meu Deus! Tenha pena do povo de Codo.
    Este prefeito não tem responsabilidade.
    Até parece que não é médico.
    E agora secretário, como vai ficar a saúde do povo de Codo?

  2. A secretaria de saúde virou uma zona. Cadê o secretário para se pronunciar sobre isso? Diretor do HGM e seu filho é quem comandam o hospital.
    Depois de 100 dias de governo o que se tem é uma crise braba na saúde municipal.

  3. Cadê o Ministério Público? Não age em nada. Não fiscaliza nada. A cidade está a deriva. Pra completar, os carros de som e as motos sem silenciadores, estão perturbando a cidade. Nunca vi na minha vida tamanho descalabro. Antes havia respeito, hoje os perturbadores riem da cara dos cidadãos de bem.

Deixe uma resposta