Prefeitura entra na Justiça para obrigar Cemar a fornecer energia no residencial Zito Rolim

A pedido do prefeito de Codó, Zito Rolim, a prefeitura municipal, através de sua procuradoria do município entrou com uma Ação Cautelar com um pedido de Liminar, na manhã desta segunda-feira, contra a companhia Energética do Maranhão- Cemar, com citações à Caixa Econômica Federal e a empresa Amorim Coutinho Engenharia e Construção Ltda como a responsável pela construção das mil casas do residencial Zito Rolim com o intuito de que sejam apuradas as responsabilidades já que a Cemar se recusa a efetuar as ligações das redes Elétricas para as mil residências construídas pelo programa “minha casa minha vida”.

A ação está na vara única da Justiça Federal na Cidade de Caxias e aguarda o parecer da Juíza Federal Substituta, Dra. Ingrid Aragão Freitas Porto que pediu a intimação em caráter de urgência para que a Cemar, CEF e e a empresa Amorim Coutinho Engenharia e Construção Ltda se manifestem num prazo máximo de 72 horas.

A Cemar, empresa responsável pelas instalações das redes elétricas até as residências vem se recusando a fazê-las, alegando que os medidores de energia estão em locais inadequados e que no momento das construções dos muros das residências a empresa terá dificuldades de efetuar as leituras, cobrando de cada usuário o valor de cento e noventa reais divididos em vinte e quatro parcelas, no entanto, a mesma companhia efetuou as instalações nas casas construídas no município de Caxias sem que os usuários arcassem com qualquer ônus.

Segundo o prefeito, Zito Rolim, a população que necessita de um local digno para morar e que comprou uma casa com tanto sacrifício, não pode sofrer retaliações por erros dos outros.

“a prefeitura vem tentando uma negociação com a Cemar desde o primeiro momento em que surgiu o problema com o intuito de se solucionar este impasse, para que seja realizada o quanto antes as ligações, já que não conseguimos de outra forma decidimos procurar a justiça como solução. O que não pode é o mutuário ficar sem energia” afirmou Rolim

Fonte: Ascom PMC/Marcelo Coêlho

Deixe um comentário