Prefeitura inicia mais um recadastramento de mototaxistas

Everaldo se cadastra

O recadastramento está sendo realizado apenas no período da tarde numa sala do prédio da Prefeitura. O Departamento Municipal de Trânsito disponibilizou uma equipe para coletar todos os dados necessários para a correta identificação daqueles que se apresentam, como explicou o agente de trânsito, Luís Lima.

“Esse recadastramento agora, como nosso amigo falou, vai servir para regularizar a classe de mototáxi em Codó que a gente sabe que são muitos, que tem aí e esse levantamento agora não é para excluir ninguém, nem para dizer que tão regularizado, é o primeiro passo para que isso aconteça”, explicou

DIFICULDADES

O recadastramento foi imposto pelo governo, obedecendo a lei municipal, como condição para a regularização total dos mototaxistas. Depois dele, o profissional que já tiver preenchido os demais requisitos poderá receber o alvará individual que autoriza o funcionamento e trocar a cor da placa de cinza para vermelho

Não será fácil para o Departamento Municipal conseguir concluir o cadastramento de cerca de 840 mototaxistas, pois devido à outras tentativas, inclusive, de administrações passadas, o ato acabou caindo em descrédito.

todo ano tem, agora não fazem é legalizar os mototaxi. Eu espero que dessa vez que a gente vai se recadastrar, né, realmente, vai legalizar direitinho”, reclamou ao blog o mototaxista, Adailton Ferreira da Silva

ESPERANÇA DMTRANS

Mas o departamento está apostando em formas de pensar como o mototaxista Everaldo Oliveira Cunha, que desenvolve a atividade desde 1999 em Codó. Ele nunca desiste de ver sua classe devidamente organizada.

Como já é lei, ou seja o presidente Lula já sancionou, eu gostaria que, realmente, isso funcionasse em Codó porque a classe, não só eu como meus colegas, se beneficiasse, realmente, com o serviço de mototáxi”, frisou

Deixe um comentário