Prefeitura pede novo prazo para concluir reforma do matadouro

Vistoria

O prazo de 60 dias do Termo de Ajustamento de Conduta assinado pela Prefeitura termina esta semana, por isso a presença dos promotores de Justiça no matadouro público, na última terça-feira, para ver a quantas andam as obras de reforma.

O governo comprometeu-se a colocar cerâmica até nas paredes, melhorar o tratamento antes e depois do abate do bovino, além de construir uma área de decantação para evitar que fezes e sangue desçam direto para o rio, como ocorria, antes do vídeo postado na internet que chocou a população.

ANDAMENTO

De acordo com as secretarias que foram responsabilizadas pelo Ministério Público Estadual, 70% dos serviços já estão prontos, mas no prazo atual tudo que o Ministério pediu não poderá ser cumprido.

Por isso, sustentou o secretário de Agricultura e Abastecimento, José Cordeiro de Oliveira, será feito um pedido de prorrogação de prazo, por mais 30 dias.

O promotor, Gilberto Câmara, que está a frente do caso, revelou ao blog do Acélio, que não fará objeção devido ao que presenciou na vistoria.

reforma

“o fato é que nós estamos presenciando uma considerável melhora em relação ás condições que estavam aqui no abate do gado. Muito embora não seja o ideal, mas já se avançou muito e com o término desse reforma os avanços serão maiores até que se retire desse local, aqui nas proximidades do rio, e leve para um local apropriado”, disse Câmara

MATADOURO NOVO

Além do término da reforma, o Ministério Público voltou a pressionar o governo para agilizar o projeto de retirada do matadouro desta área residencial próximo ao Itapecurú. A secretaria de Infraestrutura garantiu que tudo está sendo feito para fechar um convênio com o governo do Estado.

“Ela (governadora) foi bem franca com ele em atender os seus esforços e brevemente estaremos fechando o convênio par a construção do matadouro”, concluiu Márcio Esmero

3 comentários sobre “Prefeitura pede novo prazo para concluir reforma do matadouro”

  1. Estamos vendo a verdadeira face dos envolvidos no caso do matadouro: Um Ministerio Publico que não sabe pra que veio, uma AGED ludibriada pelo poder publico Municipal, totalmente amedrontada ou sei la o quanto estão ganhando? e o poder Executivo botando o MP no bolso, ou sei la o que e no final um Acelio que fica colocando materias lites. So quem perde com tudo isso é o povo de Codo que continua comendo carne de bovinos abatidos no chão, cheios de doenças, sabe se la se são ou não contagiosas, e por ai se vai, ninguem ta ai pro povo, esse que se dane. Politicos de Codo a Eleição e ano que vem e ja é tarde demais para reverem seus atos inescrupulosos para com a população de codo, o aviso esta dado, esse povo sofrido dará sua resposta a essa atual conjutura politico-juridica.

  2. É verdade Pitolomeu. Eu tenho aqui tentado respeitar o Ministério Público, mas, vejo que isso não é possível. Quanto á AGED/MA, alguém está travando isso, resta saber quem? Aquela carniça chamada matadouro não tem a mínima condição de funcionamento e os promotores sabem disso. Agora ficam dizendo que está havendo melhorias. Melhorias uma pinóia. Aquilo não pode funcionar ali. E tem mais desse governo de propaganda, só estão fazendo isso devido à pressão por conta das imagens mostradas na internet. Eles ficam dizendo que foi uma herança maldita. É verdade, foi, mas se não tivesse acontecido aquelas filmagens esse governo maldito iria passar essa herança ao próximo, porque ele não se elege mais nem a presidente de associação de bairros, imagine prefeito de Códó. Vamos à luta codoenses.

  3. Acélio deixe de ser babão e vá fazer a sua matéria na hora do abate dos animais – fora do recinto – e mostre aos seus telespectadores a verdadeira face dessa história. Eu tô avisando, senão eu mesmo vou filmar e postar.

Deixe um comentário