Fale com Acélio

Foto: Correio Codoense

Mesmo depois do governo ter anunciado na imprensa que anteciparia o pagamento do mês de fevereiro, já reajustado, com o retroativo de janeiro (percentual de 7%), os professores estiveram nas ruas na manhã desta quarta-feira, 19.

Eles desceram a avenida Augusto Teixeira e foram parar em frente à Prefeitura de Codó onde os discursos foram, como sempre, inflamados.

Os professores continuam firmes pedindo a redução da carga horária, que, na verdade, é apenas uma adequação. As horas semanais de trabalho continuarão 25, cinco delas, em média, é que serão dedicadas à planejamento e outras atividades de preparo.

Os educadores já falam em greve, caso não sejam atendidos. Dia 27 de fevereiro decidirão se interrompem ou não as aulas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

Medicina Integrada – Pedro Augusto

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias