Projeto do governo do Estado planeja levar internet a 94 cidades do Maranhão

O Governo do Estado concluiu o projeto básico para a implantação do Cinturão Digital, programa que vai levar internet em banda larga ao interior do Maranhão. A iniciativa, que envolve investimento privado de R$ 264 milhões, deve beneficiar 91 municípios maranhenses.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, apresentou o projeto ao Conselho Empresarial do Maranhão, na semana passada, quando foi mostrada a situação atual da concepção da Infovia Maranhão, que tem o Cinturão Digital como uma de suas atrações.

Durante a reunião, os representantes empresariais dos mais diversos segmentos tiveram acesso a informações sobre os termos de cooperação técnica e protocolo de intenção já firmados entre o Governo do Maranhão e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Informação e Comunicações, o Governo do Ceará e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

“Atualmente, nós estamos na fase da regulamentação da parceria público-privada para que o projeto possa ser implantado, considerando que o aporte financeiro é privado”, explicou Jhonatan Almada.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em 80,4% dos lares do Maranhão não há acesso à internet e em 79,1% não há computadores. A ação do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), visa diminuir esses índices, promovendo a cidadania digital principalmente em regiões mais carentes desse serviço.

Por meio do Cinturão Digital será levada internet em banda larga para prefeituras e órgãos públicos do interior do Estado, além de melhorar a infraestrutura de acesso da população. A Secti é responsável pela articulação dos setores estratégicos envolvidos, elaboração do projeto básico e acompanha e propõe a regulamentação juntamente com os responsáveis por esse serviço em âmbito do governo.

“Pela relevância e densidade estratégica, a Secti tem se empenhado ao máximo para que esse projeto se materialize”, enfatizou o secretário. Ele disse que o Governo do Estado está acompanhado o andamento desse projeto e fazendo gestões junto aos setores competentes para que haja celeridade. “Estamos, também, trabalhando no Projeto Ilha Digital, que é a licitação para a implantação de 200 pontos de internet na ilha de São Luís, em feiras, praças e telecentros”, informou.

SECTI por Elizete Silva

Deixe uma resposta