Fale com Acélio

Projeto Permanente de Consciência Negra CODÓ AFROBRASILEIRA

Ações que busquem combater o racismo por meio da Educação devem valorizar, resgatar e divulgar a contribuição africana e afrodescendente na formação do povo brasileiro, por isso mesmo, devem ser uma prática constante na Educação de Codó.

Seguindo esse objetivo determinado há 20 anos pela Lei 10.639/2003 e aproveitando que se aproxima mais um aniversário de Codó, a responsável por esse trabalho – mestre de cultura afrobrasileira e professora de História das redes municipal e estadual de Codó – Dácia Abreu, organizou como atividade para a abertura oficial do projeto deste ano na UEM Desembargador Sarney de Araújo Costa uma Roda de Conversa com um convidado de peso.

Cândido Sousa um dos intelectuais locais de maior destaque sendo cinegrafista, escritor, fotógrafo, memorialista local além de membro das mais prestigiadas associações culturais do nosso município.

Dividida em 3 momentos a roda de conversa iniciou com as boas vindas e agradecimentos ao convidado seguida de exibição do documentário histórico sobre o centenário de Codó *”UMA CODORNA ME CONTOU…”.

No segundo momento Cândido apresentou sua biografia pessoal e profissional destacando momentos de sua vida em que a intenção de realizar o referido documentário pouco a pouco foram lhe dando os caminhos para executar o projeto, ele ainda respondeu perguntas e curiosidades dos estudantes.

Ao final os jovens puderam manusear uma pequena parte da biblioteca voltada para a História de Codó, educação formal e popular e sobre o Terecô da Mata do Coletivo Núcleo Codó – fundado e coordenado pela professora.

Com destaque para os trabalhos da professora Dácia (trabalhos encardenados) que foram resultados das pesquisas realizadas sobre Codó nas fases internas do período republicano para as suas graduações na UFMA e na pós-graduação na UEMA : “Os dias de União” (2010/ a respeito do papel na União Artística antes de existir sindicatos na cidade), “Nem sindicato, nem clube” (2012 /sobre que tipo de associação são essas como a União) e “É herança que eu posso te dar” (2016 que trata da assistência de escolas e bibliotecas que existiriam na União e no Centro Operário).

Por professora Dácia Abreu

2 comentários sobre “Projeto Permanente de Consciência Negra CODÓ AFROBRASILEIRA recebe Cândido Sousa”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

Medicina Integrada – Pedro Augusto

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias