PROMESSA – Família pede socorro à beira da Lagoa da Trizidela

A situação da desempregada Ana Cláudia Alves da Cruz é de calamidade. Reside na rua Maria Quitéria, Trizidela, com a água da Lagoa beirando o aterro que fez com a ajuda de um doador de barro usado no quintal.

Com as chuvas a parede de taipa está por cair. Usa lona preta para tentar evitar que o barro das paredes molhem mais e venham a cair mais rápido.

O chão da casa está úmido em razão da cobertura que também é precária e cheia de buracos.

Nos disse que chegou a fazer  cadastros no programa MINHA CASA, MINHA VIDA mas nunca foi contemplada. Do atual prefeito ouviu a promessa de que  melhoraria o abrigo onde vive com três filhos menores de idade, mas isso  não aconteceu.

“Poderia fazer era o que ele prometeu que se ele ganhasse ele tirava nós daqui ou ele ajeitava nossa casa”, diz em entrevista ao blogdoacelio

3 comentários sobre “PROMESSA – Família pede socorro à beira da Lagoa da Trizidela”

  1. TEM GENTE QUE GANHOU CASA NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA VENDEU E VOLTOU PRA BEIRA DA LAGOA DE NOVO, AI FICA RECLAMANDO NÃO SEI SE É O CASA DESSA SENHORA MAIS QUE TEM GENTE QUE FEZ ISSO TEM.

Deixe um comentário para Jonas Cancelar resposta