Promotora de Justiça continua visitas à unidades de saúde para cobrar providências urgentes

Hospital Geral Municipal na mira do MPE
Hospital Geral Municipal na mira do MPE

Curioso com a veiculação na imprensa local de que uma juíza e um promotor haviam visitado, de surpresa, o Hospital GERAL Municipal procurei saber mais detalhes da informação direto nas fontes citadas.

No Fórum, pela manhã, não consegui falar com ninguém que pudesse levar-me à alguma juíza que tivesse praticado tal ato, para mim considerado incomum. Depois de 15 minutos, desiludi-me da possibilidade e fui para a sede do Ministério Público Estadual, na rua Afonso Pena.

De imediato, sem os arrodeios costumeiros do Fórum,  fui atendido e no gabinete da promotora da Saúde, Dra. Linda Luz, fiquei sabendo que havia erros na divulgação, muito embora apenas de personagens (juíza e promotor).

Na verdade, quem fez a visita ao HGM foi apenas a promotora de Justiça, Linda Luz, acompanhada de um de seus assessores, daí a confusão de informações repassadas ao jornalista, Francisco Oliveira. O informante dele teria achado que a promotora era uma juíza e que o assessor dela era um promotor.

Mas é fato que a visita ocorreu e continua sendo realizada, de surpresa, também nos postos de saúde onde Dra. Linda Luz tem encontrado problemas. Ela já visitou o CEO – Centro de Especialidades Odontológicas e até o CAM – na Av. Duques de Caxias.

Não quis gravar entrevista ainda sobre o assunto antes de elaborar seu relatório técnico para embasar futuras ações do MPE contra o governo Cuidando de Nossa Gente, mas pudemos colher algumas de suas insatisfações.

CONSULTA RELÂMPAGO

A promotora achou incrível chegar às 9h30 num posto médico e não ser informada que o médico do dia havia chegado às 8h e naquele horário já ter ido embora tendo atendido 20 pessoas. Fazendo as contas tentando chegar ao tempo de atendimento por paciente, Linda Luz constatou que um paciente passa menos de 5 minutos (até menos) dentro de um consultório destes.

Fazendo gestos de estar escrevendo num papel e me entregando, ela criticou “é como se o médico não olhasse nem pra cara da pessoa e já fosse dando a receita”.

Outro problema registrado nestas visitas  foi a incrível possibilidade de um mesmo médico está programado para atender até em dois postos de saúde numa única manhã.

Dra. Linda chegou à um posto perguntando pelo médico e lhe fora informado que o mesmo profissional, identificado pelo nome, estava sendo aguardado  onde ela estava e também noutra unidade de saúde de onde ela estava vindo, praticamente, no mesmo horário.

HGM

Sobre o Hospital Geral falou de coisas que gostou e que não gostou, mas preferiu deixar os detalhes para divulgar depois do  relatório. Só adiantou que já cobrou a instalação de ar-condicionados nos leitos, pois considera um absurdo que parentes de pacientes ainda sejam obrigados à levarem de casa aquele velho ventilador.

CONFRONTANDO

A iniciativa da visita surpresa partiu depois que algumas reclamações de cidadãos chegaram com maior frequência em seu gabinete.

Paralelo ao que vai continuar fazendo em todas as unidades de saúde e em horários alternados a promotora de Saúde Pública está aguardando documentos oficiais do Governo Municipal.

Com eles nas mãos pretende confrontar informações oficiais com o que presenciou pessoalmente para, só então, tomar as providências que achar necessárias e urgentes.

Um comentário sobre “Promotora de Justiça continua visitas à unidades de saúde para cobrar providências urgentes”

Deixe uma resposta