Fale com Acélio

Zona rural de Codó/por Defesa Civil
Zona rural de Codó/por Defesa Civil

SÃO LUÍS – Quase 23 mil produtores rurais – do total de 51 mil – em 69 municípios no Maranhão, ainda, não sacaram a primeira de nove parcelas a que têm direito do auxílio emergencial “Bolsa-Estiagem”, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). São, pelo menos, R$ 16,5 milhões esquecidos nos cofres públicos. Os agricultores, também, não estão buscando o “Seguro-Safra”, que é concedido no caso de perda acima de 30% da safra. Além disso, há o seguro “Garantia-Safra”, onde 12 mil famílias têm direito ao benefício. Todos os benefícios são relativos a 2012.

O “Bolsa-Estiagem” é um benefício federal instituído pela Lei nº 10.954, de 29 de setembro de 2004, com objetivo de assistir famílias de agricultores familiares com renda mensal média de até dois salários mínimos, atingidas por desastres nos municípios em estado de calamidade pública ou em situação de emergência reconhecidos pelo governo federal, mediante portaria do Ministro de Integração Nacional (MI). Ao todo, são nove parcelas de R$ 80, que totalizam R$ 720. Com o “Seguro-Safra”, que é individual, o produtor recebe 65% da renda líquida estimada até um valor de R$ 7 mil e a dívida com o banco fica quitada. Já no seguro “Garantia-Safra”, que é coletivo, o município deve ter perdido acima de 50% da produção para que os agricultores possam receber os recursos.

Zona rural de Codó/relatório da Defesa Civil
Zona rural de Codó/relatório da Defesa Civil

De acordo com delegado do MDA no Maranhão, Ney Jeferson Pereira Teixeira, os benefícios estão disponíveis desde outubro do ano passado. “Esse foi um critério que foi utilizado pelo governo federal para poder beneficiar os agricultores que perderam. Nós temos que estar comunicando. Os municípios já estão cientes da situação, até porque são os próprios municípios que entraram com a solicitação da situação de emergência. Agora, falta a gente fazer essa busca ativa mesmo, para que o agricultor que está lá no campo venha a receber esse dinheiro”, afirmou em entrevista ao Imirante nesta quinta-feira (24).

Como sacar o benefício

Para receber o “Bolsa-Estiagem”, o produtor rural deve ter morar em um dos municípios com situação de emergência reconhecida – saiba se você tem direito ao benefício –, ser agricultor familiar, estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), ter renda mensal média de até dois salários mínimos e não ter acessado o programa “Garantia-Safra” no ano anterior. O benefício pode ser retirado nas agências da Caixa Econômica Federal com o “Cartão-Cidadão” – saiba como adquirir o cartão.

Caso os benefícios não sejam sacados, os valores voltam para o Tesouro Nacional.

Dúvidas e orientações

Em São Luís, a Delegacia Federal do MDA fica na avenida Santos Dumont, nº 18, bairro Anil (prédio do Incra). Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (98) 3245-3685, ou, ainda, pelo e-mail dfda-ma@mda.gov.br

Fonte: Imirante.com

Um comentário sobre “Quase 23 mil lavradores ainda não sacaram dinheiro do bolsa-estiagem no Maranhão”

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias