QUEM MORREU, MORREU – Autoridades ficaram só na balela sobre segurança dos codoenses

Depois do assassinato da professora Cristiane Barros, morta na porta de casa na rua Renato Archer, dia 25 de outubro de 2014, uma grande discussão sobre violência em Codó mexeu com toda a sociedade.

Autoridades  reunidas - dia 05 de novembro 2014
Autoridades reunidas – dia 05 de novembro 2014

Pressionadas pelos cidadãos e pela imprensa autoridades municipais fizeram uma reunião de emergência dia 5 de novembro na Prefeitura.

Pouca coisa, ou quase nada, ficou definida como ação direta para conter a onda de violência que, naquele momento, incomodava a sociedade porque gente de bem estava sendo assassinada ( entre elas a professora Cristiane, o empresário Lica, o empresário Paulo Maciel da Ótica Mundial e outros).

SÓ BALELA

Na verdade a única ação, em meio à uma série de justificativas para falhas existentes, que ficou, realmente, definida foi a de se fazer uma campanha usando os meios de comunicação – sobretudo rádio e TV – direcionada aos pais. A finalidade seria despertá-los para suas responsabilidades em relação à filhos menores de idade que costumam cometer infrações penais.

Ficou só na balela.

Até hoje nem mesmo a referida campanha foi iniciada e o discurso empolgado das autoridades foi para o saco do saci Pererê.

Talvez quando ele cruzar as pernas a campanha saia da cabeça dos participantes daquela reunião porque ninguém, além dos jornalistas mais interessados, fez sequer anotação da sugestão acolhida e aprovada por todos.

NUNCA MAIS

O segundo e último acerto da reunião de 5 de novembro é que todo dia 5 as autoridades iriam se reunir novamente para, entre outras coisas, avaliar os avanços e propor novas ações no sentido de melhorar a segurança dos codoenses.

Autoridades - Do outro lado da mesa
Autoridades – Do outro lado da mesa

Já se passaram, senhores e senhoras, dois dias 5 (dezembro de 2014 e janeiro de 2015) e nunca mais ouvimos falar na REUNIÃO DE SEGURANÇA.

O que tiramos deste fato é que nossas autoridades fizeram a primeira e única apenas para aparecer na mídia e dizer que estavam muito, muito preocupadas. Infelizmente não se pode ter outra ideia do que vem se registrando.

Afinal, passou-se a pressão popular, quem morreu morreu e quem ficou vai continuar sujeito a levar uma bala no peito mesmo estando na porta de casa como estava a saudosa e ilustre professora Cristiane, cuja morte motivou o encontro de ‘H’ de políticos, agentes públicos ligados à segurança e da própria polícia local.

Simplesmente, lamentável.

20 comentários sobre “QUEM MORREU, MORREU – Autoridades ficaram só na balela sobre segurança dos codoenses”

  1. Sr. Arlindo Salazar e Dr. Mendes, se unam e formem um grupo político que REALMENTE representará a sociedade codoense em 2016. Chega de sermos representados por empresários, mimados e santos de pau oco!
    Eu apoio essa idéia.

    Ps: Acélio, fineza excluir o meu comentário anterior, pois “bugou” e postou automaticamente. Grato e um forte abraço.

  2. Quando vejo um “bocado” de autoridades reunidos assim, com rostos aparentando seriedade e comprometimento, logo penso: estão marcando um churrasco… B…. de ……

  3. Os vereadores do grupo do prefeito estão sorrindo como se ali se estivesse se tratando de algum programa humorístico.

    Esse pessoal, principalmente o prefeito não se importa com nada a não ser……

  4. em quanto não morrer ninguém deles ele não vão se preocupar ainda bem que todos tem família e um acidente ou assassinato pode acontecer com qual que um

  5. Infelizmente nossa cidade está a cada dia pior, assaltos pra todo lado 24 hrs por dia, não podemos mais usar uma bolsa, temos q fazer roupas com bolso tipo um saco para carregar celular e documentos. Motos/carros, são roubados diariamente, casa, empresa, e etc. Nem praticar caminhada tranquila em nenhuma das vias de Codó podemos, sair pra se divertir tambem não porque corre risco de asalto na volta e ao entrar na sua propria casa. Será que os malfeitores vão mesmo tomar conta de Codó?

  6. Mas eu escrevi aqui, que essa reunião não ia dá em nada. Agora deixa os marginais preso reclamarem de alguma coisa. ai vc ver MP, OAB, fazendo visita na delegacia, mas o cidadão não tem esse direito. Te falei T. Só balela mesmo. agora defender vagabundo os direitos humanos serve.

  7. Reunião e mais reuniões. .falar é fácil. Resolver nada que é bom só balela. Mais tá certo não foi nenhum dos vereadores reunidos que perdeu um ente querido..tomara que isso nunca aconteça com nenhum deles.Pois caso aconteça saberão como agir ou resolver tais situações. Tropa que não faz nada ……

  8. sinceramente eles podem até tomar alguma decisão, quem sabe em 2016 quando começar a propaganda política, que é o momento em que eles mais agem na nossa cidade, quando estão precisando de votos para se elegerem. Aí vão para as ruas fazerem campanha, e visitar as famílias humildes. Quem sabe Deus possa tocar no coração de algum político até as próximas eleições e começar realmente a trabalhar em prol da nossa cidade e não pensando em si próprio. Que possamos algum dia acertar nas escolhas de nossas autoridades e eleger um político que tenha pelo menos um pouco de humildade, é o que estamos precisando de pessoas humildes por que de gente que pensam só em seu bem estar estamos cheios.

  9. A Segurança em CODÓ tem que Haver Mudanças de Comandantes e Comandados,Delegados,e Outros Mais já Estão SATURADOS com seus Trabalhos em Codó,que POUCO ou NADA tem Tido Êxito na Solução dos Casos de Violência em Codó,Esperamos que o Novo Secretario de Segurança do Estado do Maranhão,Faça Valer esta Mudança em Codó. com Novas Cabeças Pensantes e Novas Praticas de Trabalho na Segurança dos Codoenses em 2015.Assim vamos ter uma Segurança para Todos Nós.

  10. A unica coisa que fizeram foi acabar com as serestas no meio da rua, como se estas fossem a grande vilã da insegurança dos codoenses. Porque não fecharam os bares, digo bocas de fumo da cracolândia lá do troca troca? Porque permitem adolescentes andando de motocicleta matando as pessoas diariamente no município?
    Porque não prendem os velhos e conhecidos traficantes de Codó? Precisamos de policiamento ostensivo nas ruas, de comandantes que resolvam, de gestores comprometidos, de vereadores imparciais

  11. Já disse segurança publica não é só dever do Estado. O Povo tem que aprender a se defender, exigir os meios para isso.
    Nada adianta ficar de blá blá jogando a culpa pra policia e outras instituições.

    Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos…

    Declaração Universal dos Direitos Humanos

    Artigo 3 – Toda pessoa tem direito à vida e a segurança pessoal.

    Ou seja se eu tenho direito a vida, tenho o direito de defende-la e etc…
    Vida a “democracia” porém tudo só no papel.

  12. Até entendo a esperança desse povo sofrido com relação a esses episódios mas infelizmente perderam tempo em achar que disso tudo sairia algo de concreto.

    Temos que tomar uma atitude conforme nosso amigo leitor disse: tirar essa turma de empresários ……….. da Prefeitura e mandar esse Prefeito de volta para onde ele teria que está: Na PARAIBA! Temos que votar em alguém sério e a altura do cargo. Alguém que tenha conhecimento e que seja honesto.

    Chega de Prefeitos analfabetos e ………. como os que ja passaram e sabemos como agiram. Ou fazemos isso, ou continuaremos em uma cidade pobre de educação,saúde, saneamento, infraestrutura, etc. Codó precisa deixar de ser quintal dos outros e ter seu valor que merece, pois tem nome, riqueza e prestígio para isso. E procurarmos votar em gente nova, com ideias e propostas sérias ( não votar em alguns ” novos-velhos” que já começaram mal).

    Dr Mendes está de parabéns por ter se mostrado fiel aos seus objetivos que é não se dobrar a essa parcela de ………… que se instalaram em Codó. Já mostrou isso nos pleitos anteriores aonde uma Turma Jovem se DEBANDARAM ( não quero falar aquela palavra!) e que todos já conhcem: 01-Um tal P…..;02- Sr. A……; 02- Pe… _…; 03- Do…… _…; E outros q n tiveram firmeza suficiente em seus objetivos para com o Município.

  13. Essa é a realidade de Codó: Uma cidade pibre, atrasada economicamente, socialmente e culturalmente. Sem prestígio no Cenário Estadual pq nunca possuiu políticos a altura para defende-la. Com uma gestão sem compromisso com o social e sem transparência. Soma-se a isso um Legislativo Fraco e sem forças para lutar pelo Povo. Essa é a realidade de Codó hoje. Vamos torcer por uma mudança verdadeira em 2016 ou senão, continuar no atraso que sempre estivemos.

  14. MEU DEUS, PERDÃO, FRACASSAMOS EM TUDO, COMO GOVERNANTES, COMO GESTORES, COMO AUTORIDADES, COMO CIDADÃOS, COMO PROFISSIONAIS, COMO PESSOAS, COMO HUMANIDADE, ESTÁ NA HORA DE DEUS PURIFICAR ESSA TERRA E DESTRUIR ATE A SEMENTE DO HOMEM.

  15. O Pau vai comer, Chico quer ser prefeito, mas o prefeito tá refugando, pois não …… – ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

  16. Só haverá mudanças, quando a população for capaz de tomar decisão de denunciar as próprias autoridades constituídas, por não fazer o certo. o que aconteceu com a jovem que foi espancada semana passada? Qual foi a decisão do Juiz? Deu liberdade para o acusado confesso, por ir se tira o tipo de justiça que existe em nossa querida Cidade de Codó. Enquanto existir esse tipo de justiça, nunca vai haver PAZ e muito menos cessar VIOLÊNCIA, CRIMINALIDADE. Diante de todas essas banalidades, “essas autoridades” são agraciadas com TÍTULOS DE CIDADÃOS E CIDADÃ Codoense ou COMENDAS, isso sim, é vergonhoso para a população deste município. Na nossa cidade existem tantas pessoas que são dignas de receberem homenagens, mas, são vistas como Zé ninguém, um zero (0) à esquerda. A comoção diante dos acontecimentos não tem efeitos positivos, são momentos de lamentações, decisão de casos isolados não corresponde com a verdade, é só fogo de palha. No Brasil sempre foi assim, em Codó não é diferente. Punição e condenação ficaram para as VÍTIMAS, não para os Culpados.

Deixe uma resposta