Quem pagou melhor Ricardo, Biné ou Zito?

Quem pagou melhor o educador de Codó. Biné, Ricardo ou Zito?

Fizemos a mesma pergunta às duas maiores autoridades municipais no quesito Educação – Jacinto Junior, atual secretário Municipal de Educação, e Antonio Celso Moreira, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, professor guerreiro pelas causas educacionais.

RICARDO – O rei DO ABONO

Pela primeira vez, vi os dois concordarem em algo – a época do prefeito Ricardo Archer, na opinião de ambos, foi de ôba, ôba em cima dos abonos de fim de ano.

Jacinto Junior não conseguiu lembrar quanto se pagava na época Ricardista, mas foi firme ao dizer que tudo não passou de ilusão. Em termos de salário não se tinha ganho algum. “O importante é ter salário digno”, destacou o secretário

Ricardo Archer será lembrado como o prefeito dos abonos, da época em que os professores passaram a andar de motocicletas e até de carro, mas jamais será esquecido como o administrador que deu o pontapé inicial no Plano de Cargos Carreiras e Salários (em 1997) sem nunca tê-lo feito sair do papel.

DESVALORIZADO

Antonio Celso Moreira conseguiu lembrar do salário de Ricardo Archer, segundo o presidente, nos últimos anos os educadores recebiam 2 salários mínimos, mais algo em torno de R$ 20,00. Mas sem os reajustes, foi desvalorizando, desvalorizando e quando Ricardo estava prestes a sair os professores recebiam bem menos que dois mínimos.

“Recebíamos pouco mais de um salário mínimo, só”, garantiu Antonio Celso.

BINÉ – CRISE

Do primeiro governo de Biné ainda cheguei a ver vídeos feitos, na época pela então TV Cocais, de propriedade do empresário Leonel Araújo, onde professoras apareciam reclamando do salário de R$ 50,00, inclusive mostravam o contra-cheque.

Biné

Mas do segundo governo, quem lembrou foi Jacinto Junior. O salário inicial era de R$ 443,50 segundo o professor, que trabalhou na época em sala de aula. Figueiredo devia ter feito a festa dos abonos, pelo menos. Assim ficaria com uma imagem lá em cima, como tem Ricardo Archer com nossos mestres.

ZITO – NA PRESSÃO, MAS COZINHOU

Zito pegou o PCCS de Ricardo e fez diferente, o enviou para a Câmara e aprovou o Plano. É por conta disso

Zito Rolim

que hoje o salário de quem tem graduação começa em R$ 1.160,01.

Quem tem pós-graduação já leva mais 10% em cima deste valor para o bolso no final do mês, quem tem mestrado ou doutorado na disciplina ganha 25% a mais em cima do salário base.

TÁ BOM, MAS TÁ RUIM

O professor Antonio Celso deixou claro que o salário é bom, mas poderia ser melhor se a prefeitura, administrada por Rolim, viesse fazendo os reajustes como manda a lei municipal 1.505, sempre no início de cada ano. Não foi reajustado em 2010 e o a categoria aguarda também o de 2011.

O que os professores não querem é terminar o governo de Nossa Gente com salário desvalorizado como aconteceu na era Archer e no tempo de Biné.

2 comentários sobre “Quem pagou melhor Ricardo, Biné ou Zito?”

  1. Parece que o Celso é presidente do Sindicato dos PROFESSORES municipais, pq só se reinvidica em prol de professor, os otros servidores que se lasquem!
    Até quem se diz social, só pensa em si mesmo! Mas 2012 vem ai e os candidatos aparecerão pedindo voto…não é celso?! galvão?! virgínia?!

Deixe um comentário