Rede Estadual de Ensino consegue o seu melhor desempenho em toda a história da Olimpíada Brasileira de Matemática

Estudantes da Rede Estadual de Ensino conquistaram 33 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP – 2016), sendo uma de ouro, quatro de prata e 28 de bronze.  É um desempenho histórico da rede, em 12 anos da competição.

A OBMEP é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e parceria das Secretarias de Educação.  Ela tem como objetivo estimular e promover o estudo da Matemática entre estudantes das escolas públicas; contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica; identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas; incentivar o aperfeiçoamento dos professores e contribuir para a sua valorização profissional. Participaram da competição estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e dos três anos do Ensino Médio.

Entre os premiados estão: Eduardo Silva Feitosa, do C.E. Rosalina Sá (Feira Nova do Maranhão), medalhista de ouro; Safira Mendes Pessoa, aluna da U.I. Aluísio Azevedo (São Luís); Ruan Waler Reis Paiva, da U.I. Artur Azevedo (São Luís); Antônio José Andrade Silva, do C.E. Antônio Sirley Arruda Lima (Formosa da Serra Negra); e Breno Carlos Bezerra da Silva, do C.E. Josélia Almeida Ramos (São João dos Patos), medalhistas de prata.

A Rede Estadual obteve o seu melhor resultado e a maior participação na história em todas as edições da Obmep, com 844 escolas participando da competição, contra 763 inscritas, em 2015.

Além das medalhas, os alunos premiados na Obmep garantem a participação no Programa de Iniciação Científica Júnior, em 2016.  A olimpíada reconhece, ainda, o trabalho dos professores, das escolas e das secretarias de educação. Cinco professores de matemática foram premiados pelo desempenho de seus trabalhos. “Em 2015 já havíamos conseguido o nosso melhor resultado com 27 medalhas. E este ano conseguimos superar o resultado anterior trazendo, inclusive, uma medalha de ouro e seis de prata. É um resultado expressivo para a nossa rede, mas, nós queremos mais. E temos certeza que, com o apoio do nosso secretário Felipe Camarão e do nosso governador Flávio Dino, as nossas escolas terão muito mais condições de melhorar esse desempenho na OBEMEP e nas demais competições”, disse Akemi Wada, superintendente de Ciência e Tecnologia da Seduc.

Para melhorar o desempenho do Maranhão no ranking da Obmep, as escolas da Rede Estadual, em todas as Unidades Regionais de Educação (URE’s), realizaram atividades preparatórias com reforço do conteúdo da olimpíada.

FONTE: Seduc

Deixe um comentário