Regional do Sindsep/Codó vai aderir à paralisação nacional nesta quarta-feira

A regional do Sindicato dos Servidores Públicos Federais, com sede em Codó, tem mais de 250 filiados. Ontem, 23, foi realizada uma reunião no prédio da Funasa, na Rua Marques Rodrigues, onde falaram de assuntos de interesse da categoria em todo o país. Um deles foi o plebiscito que tem por finalidade eliminar o chamado Imposto Sindical que tira deles o valor equivalente à um dia de trabalho.

A reclamação maior a respeito, destaca o servidor da saúde, Geziel Barroso, é que ninguém sabe o que é feito com o dinheiro arrecadado, diferente do que ocorre com uma contribuição similiar que eles já pagam.

“Dá milhões de arrecadação e a gente não sabe como foi gasto(…) a gente faz essa arrecadação, mas quando é no fim do ano a gente vai prestar conta do que o sindicato fez, ele vai prestar conta com os sindicalizados. Eles criam o imposto sindical e a gente não sabe no que é gasto, entedeu?”, questionou

PARALISAÇÃO NESTA QUARTA

Os servidores também estão se organizando para aderirem à uma paralisação nacional marcada para esta quarta-feira, 25 de abril.

O diretor da Secretaria Regional do Sindicato em Codó, Franncisco Santos Leonardo, explicou aos presentes que a paralisação servirá como uma espécie de choque no Governo Federal que não cumpriu com acordos com a Confederação Nacional da categoria no tocante à perdas salariais e estrutura de trabalho.

Nos 9 municípios desta regional, haverá adesão e a presença dos servidores que assinarão uma lista será adicionada ao movimento nacional.

“Nossa concentração vai ser aqui no antigo predio da Sucam, na rua Marques Rodrigues, então nós estamos convocando todos os servidores federais vinculados ao Sinsep/Ma, secretaria regional de Codó onde nós teremos uma manifestação pacífica, obviamente, os serviços sociais ficarão funcionando”, explicou Leonardo

Deixe uma resposta