Reitor do IF Sertão-PE reúne-se com equipe e senador Fernando Bezerra Coelho

O reitor pro tempore do IF Sertão-PE, Ivaldo José da Silva, recebeu no gabinete da reitoria o senador Fernando Bezerra Coelho, pró-reitores e diretores de câmpus.

Reitor apresentou a maquete do novo prédio da reitoria ao senador
Reitor apresentou a maquete do novo prédio da reitoria ao senador

A reunião foi iniciada por professor Ivaldo, que explanou ao senador, de maneira geral, as demandas do IF Sertão-PE em termos de expansão, solicitando o apoio na luta por mais cinco pontos de presença para o Instituto (entre câmpus e câmpus avançados).

Outro tema abordado foi a oferta de cursos técnicos no novo Centro de Referência de Arcoverde.

“Fernando Bezerra Coelho é o grande representante do sertão pernambucano, é o senador que tem visão estratégica de nossos problemas, necessidades e potencialidades. Esta parceria que vem se estabelecendo entre nosso Instituto e Fernando é muito positiva”, avalia. Dentre outros temas tratados durante a reunião, a construção do prédio sede da reitoria do IF Sertão-PE.

 “Tive a oportunidade de conhecer as ações prioritárias do IF Sertão-PE para este e os próximos anos”, avalia Fernando Bezerra Coelho. “Assumimos aqui o compromisso de desenvolver parcerias não só através da liberação de recursos de emendas parlamentares, mas também priorizar ações para a ampliação da oferta de cursos técnicos e superiores para a juventude de toda a região. No primeiro momento vamos brigar pelos cinco novos pontos de presença no sertão de Pernambuco, e também trabalhar para viabilizar recursos que permitam investimentos importantes que precisam ocorrer nas instalações existentes. Seremos parceiros e nosso mandato de senador estará à disposição desta importante instituição de ensino técnico e superior do nosso Estado”, registra o senador.

3 comentários sobre “Reitor do IF Sertão-PE reúne-se com equipe e senador Fernando Bezerra Coelho”

  1. É motivo de orgulho para nós codoenses vermos o Prof. M.e Ivaldo José da Silva, egresso do IFMA – Campus Codó, escrever uma história exitosa no Sertão Pernambucano! Desejamos-lhe sucesso e que sirva de exemplo para os que tiverem a oportunidade de desempenhar tão importante missão que é cuidar da educação, qualquer que seja o nível ou grau de atuação. Parabéns Prof. M.e. Ivaldo!

  2. Conheço esse profissional da educação e o que afirmo é que precisamos do retorno imediato do mestre Ivaldo Silva para o comando de nossa Escola Agrotécnica e sua contribuição nas diversas temáticas da educação codoense e regional. O curriculum do homem é um dos melhores da região e sua experiência somada ao seu circulo de amizade no ministério da educação e em outras instâncias permite apontar diversas soluções para muitos entraves da gestão da educação em Codó.

    Mestre Ivaldo, estou sabendo de seu retorno ao nosso Codó que o adotou e de forma justa o reconheceu como cidadão codoense. Aqui estão seus familiares e codoenses que precisam de ações iguais a que você desenvolveu no Pernambuco para o bem do nosso Codó.

    Seja bem vindo novamente e que os políticos e lideres percebam a importância de seu retorno e oportunize sua participação nas decisões estruturantes da educação codoense e regional.

    abraços.

    Pedro Lopes.

  3. Sou servidor da área da educação no estado de Pernambuco e quero registrar neste importante meio de comunicação maranhense que vivenciei a gestão do Reitor, cidadão codoense, prof. MSc.Ivaldo em meu estado do Pernambuco e sou testemunha da revolução que ele propiciou nos mostrando os caminhos de uma gestão democrática, transparente, ousada e participativa na nossa Universidade – IF Sertão.

    O parabenizo por muitos feitos, entre eles a habilidade e competência de encontrar nossa Universidade com 05 (cinco) pontos de presença e em um ano e nove meses edificar mais 07 (sete) deixando 12 cidades do sertão pernambucano atendidas com novos campi, elevando o numero de 2.400 vagas para 14.000 vagas ofertadas em FIC e promovendo uma verdadeira calmaria na comunidade que encontrava-se sem norte e sem liderança.

    Atendiam apenas 14 cidades e em sua gestão iniciou-se o atendimento de mais 22, somando 36 cidades com atendimento de ações de extensão. Por esses feitos, nós sertanejos pernambucanos sentiremos, muito, sua falta, porém entendemos que seu lugar é na sua cidade adotiva Codo, ou COdó onde esperamos que ele seja feliz junto a seus familiares e que seus munícipes se aproveitem e explorem muito o enorme potencial que possui esse mestre professor.

Deixe um comentário