Fale com Acélio

Daniela Araújo, do Unicef

No salão onde ocorreram as apresentações, no Centro Paroquial São Raimundo (Trizidela) foi montada uma exposição de fotografias, onde foram visualizados 3 anos e seis meses de atividades do Selo Unicef Município Aprovado, todas tiradas por seu Fernando dos Santos Silva que se doou voluntariamente a acompanhar a luta de Codó pela aprovação.

“foram mais de 5.800 fotos nesses três anos e meio de serviço e foi um trabalho muito gratificante, a gente teve muito prazer em fazer este trabalho”, disse

EIXOS

Os voluntários dividiram os focos que visaram melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes em Esporte e Cidadania, Identidade e Cultura e Educação para a convivência no semiárido nordestino.

“Nós trabalhamos na questão do semiárido todo o contexto do meio ambiente, meio ambiente que precisa demais da nossa conscientização e trabalhando com as crianças nós vamos estar mostrando às famílias que o meio ambiente é essencial para a sobrevivência do ser humano”, disse a integrante do Selo Alicemar, presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente

SENDO AVALIADOS

No chamado Fórum Comunitário, todo este trabalho teve que ser apresentado em palestras para uma mediadora do Unicef e para integrantes das comunidades à quem foram direcionadas as atividades.

Nós estávamos fazendo a nossa avaliação e dentro desse contexto apresentando nossas dificuldades, que encontramos, e os resultados que alcançamos”, afirmou Fábio Ferreira que foi o primeiro a se apresentar

A representante do Unicef, Daniela Araújo, acompanhou tudo, mas foram codoenses que julgaram o que realmente melhorou ou não.

“Na verdade porque quem mora e quem sente a problemática é a própria comunidade e foram eles que acompanharam todo o processo (…) e aí hoje é o dia de avaliar se isso, realmente, conseguiu avançar, conseguiu ter um impacto dentro da comunidade”, esclareceu Daniela

EM NOVEMBRO

Se atingiu as metas estabelecidas, o município saberá só em novembro. Até lá todos estão torcendo pela aprovação uma vez que o selo representa oportunidades de mais programas em prol da infância e da juventude.

“O selo é um reconhecimento internacional que abre muitas portas para o município, questão de convênio, é uma forma de garantir a vida e a qualidade de nossas crianças e adolescentes”, concluiu o articulador do Selo Unicef em Codó, Ribamar Costa

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias